Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Feriado

Câmeras da Ecovia monitoram BR-277

  • Aniela Almeida
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A concessionária Ecovia prevê para hoje o maior movimento na BR-277, no trecho pedagiado que liga Curitiba ao litoral paranaense. A expectativa é de que durante todo o dia aproximadamente 32 mil veículos se desloquem em direção às praias. A previsão é de que mais de 160 mil veículos circulem nos dois sentidos da rodovia nos quatro dias de carnaval.

Para agilizar o atendimento ao usuário no primeiro grande feriado do ano, a concessionária firmou uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para monitorar a rodovia por meio do Centro de Controle Operacional (CCO). A central recebe todas as informações da estrada passadas pelas equipes de vistorias da concessionária e registradas pelas sete câmeras instaladas ao longo de 25 quilômetros, que vai desde o perímetro urbano da capital, na região do Jardim Botânico, até a praça de pedágio da concessionária, em São José dos Pinhais. A base funciona 24 horas e recebe as imagens por meio de quatro telas de plasma.

Um policial permanece de plantão no CCO verificando as informações e repassando para o posto mais próximo, onde o veículo é parado para ser orientado ou, dependendo da situação, autuado.

De acordo com a chefe de Comunicação Social da PRF, Maria Alice Nascimento, o equipamento vai agilizar as ações da polícia. “Não só no caso das multas, mas também em situações de acidentes. Vai ser bem mais rápido planejar o atendimento e as operações de resgate”, avalia.

Tombamento

Um caminhão contêiner, carregado com carne, tombou no canteiro central da BR-277, às 10 horas de ontem, ao sair do Contorno Leste, em São José dos Pinhais, em direção a Paranaguá. Para retirar o veículo foram necessários dois guindastes. Uma faixa da pista precisou ser fechada e um congestionamento de quatro quilômetros acabou se formando. A rodovia só foi liberada às 16 horas.

Alegando ter recebido reclamações de usuários da rodovia, o coordenador do Procon no Paraná, Algaci Túlio, disse que pretende entrar com uma ação civil pública para garantir mais agilidade da concessionária em resolver situações desta natureza. Para o coordenador do Procon, a situação era previsível. “Também pleiteamos a bilhetagem automática que daria maior rapidez ao fluxo de veículos, evitando filas”, explica.

Já o diretor de operações e engenharia da Ecovia, Humberto Gomes, argumenta que o tempo de atendimento foi recorde graças ao CCO, considerando o fluxo, que durante a tarde chegou a 2 mil veículos. “Graças as informações pudemos realizar a remoção hoje. A retirada de um caminhão deste tamanho geralmente leva de um ou dois dias”, diz.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE