Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE
Nostalgia

Nostalgia + VER MAIS COLUNISTAS

Nostalgia

Andando na linha

  • CID DESTEFANI – cid.destefani.fotos@gmail.com
A Praça Eufrásio Correia, nos velhos tempos mais conhecida como a “Praça da Estação”, em foto feita em 10 de outubro de 1945 |
A Praça Eufrásio Correia, nos velhos tempos mais conhecida como a “Praça da Estação”, em foto feita em 10 de outubro de 1945
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Andando na linha

Os leitores estão sempre colaborando com este espaço, que, além de mostrar imagens do passado, recebe muito material atual da cidade que, de uma forma ou de outra, acaba se tornando documentos para a história de Curitiba. Admir N. Pastrecki, morador do Capão da Imbuia, envia uma série de fotos de ruas daquele bairro totalmente cheias de crateras, e junto comenta a visita que o prefeito fez na região no último dia 11 do corrente, quando teve de escutar uma série de reclamações dos moradores.

Tais reclamações têm consistência, pois as ruas são usadas pelos candidatos a motoristas que vão prestar exames no Detran. Uma professora, também do bairro, criticou o abandono e o estado deplorável das ruas, todas cheias de buracos e calombos, um verdadeiro caos. Fica aqui o registro.

O engenheiro Eduardo J.J. Coelho, morador no Rio de Janeiro, autor de livros sobre locomotivas e colecionador de fotos de trens, solicita material sobre a antiga Rede Viação Paraná - Santa Catarina (RVPSC), o que estou atendendo dentro do possível. As imagens que estão no acervo particular alcançam até meados de 1970.

Em 1958, a pedido da direção da RVPSC, fotografei o estado lastimável em que se encontrava o ambiente da Estação de Curitiba. O pátio de manobras tomado por macegas, onde se encontravam abandonadas peças e ferramentas valiosas. A plataforma de cargas e passageiros entulhada de volumes desmontados a lanchonete estava um total desleixo, os banheiros então, uma calamidade. Foram executadas duas centenas de fotos de todo aquele desmazelo.

Posteriormente, em 1990, a Rede Ferroviária Federal (RFF) incorporou a RVPSC e aí começou o desmonte. Em 1997 a RFF foi leiloada e, dois anos depois, todo o seu material passou a ser usado pela América Latina Logística. A Rede Ferroviária Federal foi extinta pelo governo do Lula em 2007. Ainda em 1997 foi construído o Estação Plaza Show, que ocupou todo o espaço do pátio, assim como a vetusta Estação de Curitiba e seus antigos armazéns.

Para a cidade ficaram como lembranças dos tempos da Rede o bairro da Vila Oficinas e o antigo Estádio do Clube Atlético Ferroviário, na Vila Capanema – esse último pertence atualmente ao Paraná Clube. E assim a memória da cidade vai se perdendo nas curvas do tempo e, muitas vezes, descarrilando.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

últimas colunas de Nostalgia

PUBLICIDADE