Vida e Cidadania

Fechar
PUBLICIDADE

Estradas

Deslizamento de terra interdita Estrada da Graciosa, em Morretes

A queda de trecho da estrada ocorreu por volta das 13 horas de quinta (13) no quilômetro 10,8 devido ao excesso de chuvas. Interdição continuará por tempo indeterminado

  • Atualizado em às
Foto enviada pelo estudante Marco Antonio Leite mostra a cratera aberta pelo deslizamento na Estrada da Graciosa |
Foto enviada pelo estudante Marco Antonio Leite mostra a cratera aberta pelo deslizamento na Estrada da Graciosa
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Deslizamento de terra interdita Estrada da Graciosa, em Morretes

O deslizamento de terra na altura do quilômetro 10,8 interditou o trecho da Estrada da Graciosa (PR-410), que liga Curitiba ao Litoral do estado, por volta das 13 horas desta quinta-feira (13), em Morretes.

Anteriormente, a Polícia Rodoviária Estadual ( PRE) havia informado que o acidente ocorrera no quilômetro 10,5.

De acordo com a PRE, cerca de 40 metros da pista cederam devido ao excesso de chuvas. O material acabou deslizando e caindo sobre o quilômetro 12, logo na descida da serra.

A interdição, conforme a PRE, segue por tempo indeterminado, já que há dificuldade para que as máquinas cheguem até o local. Na manhã desta sexta (14), a polícia informou que uma equipe do Departamento de Estradas de Rodagem ( DER) irá ao local para avaliar os estragos.

Ninguém ficou ferido.

Histórico

A Estrada da Graciosa é uma via histórica que começou a ser construída em 1854, ano da emancipação da província do Paraná. Ela liga os municípios de Quatro Barras a Morretes e tem uma extensão de 28,5 quilômetros, de acordo com o DER.

A via passa por uma região em que a Mata Atlântica mantem-se preservada e foi até a primeira metade do século 20 a única estrada pavimentada do estado.

Por esse motivo, a via foi de grande importância para a economia regional, já que por ela eram transportados os carregamentos de produtos como erva-mate, madeira e café até o Porto de Paranaguá.

Hoje a estrada é uma via de acesso ao litoral que proporciona aos viajantes espaços de lazer e ruínas históricas.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais