Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

polêmica

Jovem com câncer sofre preconceito por usar turbante em metrô

Situação gerou repercussão nas redes sociais e foi lançada a hashtag #VaiTerTodosDeTurbanteSim

  • Da Redação
  • Atualizado em às
Thauane Cordeiro foi diagnosticada há cinco meses com leucemia mieloide aguda. | Reprodução/Facebook
Thauane Cordeiro foi diagnosticada há cinco meses com leucemia mieloide aguda. Reprodução/Facebook
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Uma jovem de Curitiba diagnosticada há cinco meses com leucemia mieloide aguda, um tipo de câncer que afeta o sangue e a medula óssea, foi acusada de se apropriar da cultura afrodescendente ao usar um turbante na cabeça mesmo sendo branca. A situação aconteceu no dia 3 de fevereiro, em uma estação de metrô de São Paulo, e, um dia depois, Thauane Cordeiro fez um post de desabafo no Facebook e lançou a hashtag #VaiTerTodosDeTurbanteSim. A publicação teve 70 mil curtidas e mais de 22 mil compartilhamentos. Posteriormente, ela excluiu a postagem

Segundo a publicação de Thauane Cordeiro na rede social, uma mulher negra se aproximou dela enquanto estava esperando o ônibus na estação e afirmou que a jovem estaria se apropriando da cultura afrodescendente e que não deveria usar turbante na cabeça. Thauane, que tem câncer e, por isso, perdeu o cabelo, tirou o turbante e respondeu: “Tá vendo essa careca, isso se chama câncer, então eu uso o que eu quero! Adeus”.

Um dia após o ocorrido, a jovem fez o post de desabafo no Facebook e lançou a hashtag #VaiTerTodosDeTurbanteSim. Foram milhares de internautas aderindo à causa e afirmando que as pessoas têm direito de usar o que desejam. Outras, porém, criticaram Thauane e acusaram a moça de estar querendo chamar a atenção.

O caso reacendeu a discussão sobre racismo e preconceito nas redes sociais durante toda esta semana. No Twitter, muitas pessoas publicaram fotos usando turbante e defenderam que apropriação cultural em um país com tanta diversidade regional não existe.

Em um novo post no Facebook, publicado neste sábado (11), Thauane afirmou que está surpresa com a repercussão que o caso ganhou. “Quero dizer que ontem a tarde foi bem tumultuada, eu nunca pensei que aquela foto, que aquela minha explicação iria causar uma repercussão assim tão grande, e se tornar viral de uma forma positiva e negativa ao mesmo tempo.”

Procurada, Thauane não respondeu os questionamentos da reportagem.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE