Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

história

Julho de 1975: a Geada Negra no Norte do PR e a neve em Curitiba

Rua XV em 17 de julho de 1975 | Arquivo Gazeta do Povo
Rua XV em 17 de julho de 1975 Arquivo Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Há 41 anos, em 18 de julho de 1975, o Paraná enfrentava a “Geada Negra”. Milhares de pés de cafés ficaram queimados do Norte do estado por causa das temperaturas abaixo de zero. O fenômeno abalou a agricultura e mudou o destino de muitos paranaenses.

Em 2015, há exatas quatro décadas da data, a Gazeta do Povo publicou uma série especial de reportagens que ajudaram a entender como o fenômeno impactou a economia e a vida dos paranaenses. Relembre o especial “40 anos da Geada Negra”.

Neve

Além da geada, o ano de 1975 ficou marcado pela neve que caiu em Curitiba um dia antes, em 17 de julho. A capital ficou “Branca de Neve” e os filmes para as câmeras Kodak esgotaram em toda a cidade. Bonecos de gelo, euforia por causa do fenômeno na capital e belas imagens marcaram a data. A reportagem “ Curitiba, 17 de julho de 1975 ” recontou como foi aquele dia especial – que até hoje mexe com o imaginário dos curitibanos.

O fenômeno voltou a ser registrado em 2013, em 23 de julho, mas até hoje se discute se Curitiba e 25 cidades do Paraná tiveram neve ou chuva congelada.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/07/18/VidaCidadania/Imagens/Vivo/Clipboard-9925.jpg
Imprensa fez ampla cobertura do dia 17 de julho de 1975. Publicações servem de crônica sobre o dia em que Curitiba ficou “Branca de Neve” e teve guerra de flocos em plena hora do expediente. Nas lojas de discos, músicas de Natal em pleno mês de julho. Antonio Costa/Gazeta do Povo Arquivo

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE