Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Campos Gerais

Mãe ameaça diretora de escola e é presa

Mulher estava abalada com o desaparecimento do filho, que fugiu da escola na terça-feira e chegou a tirar uma faca da bolsa e ameaçou a diretora

  • Gisele Barão especial para a Gazeta do Povo
Imagem  do vídeo que mostra a mãe ameaçando a diretora |
Imagem do vídeo que mostra a mãe ameaçando a diretora
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Uma mulher for presa na última terça-feira (24) por ameaçar de morte a diretora da Escola Municipal Deputado Mario Braga Ramos, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Duas crianças haviam fugido da escola e uma das mães ameaçou matar a diretora caso seu filho não fosse encontrado. A discussão, que aconteceu no interior da instituição, foi filmada por uma funcionária. No vídeo, a mãe do menino de nove anos, Cíntia Ferreira da Silva, bastante exaltada, faz agressões verbais e aponta uma faca para a diretora. “Se o meu piá não aparecer hoje, eu juro que te mato”, diz ela no vídeo.

Os dois alunos do 4.º ano fugiram por uma abertura nas grades que cercam a escola. Segundo a Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa, a abertura foi causada por vandalismo, mas a pasta afirma que está tomando providências para garantir mais segurança no local. Cíntia foi solta na tarde desta sexta-feira (27). A reportagem tentou contato por telefone, mas ela não foi encontrada. Em entrevista para a RPC TV, Cíntia disse não se arrepender do ato. Ela responsabiliza a escola pela fuga do filho e afirma que se exaltou porque a diretora teria dito que seu filho não era bom aluno e deveria desaparecer. Mas não é possível confirmar essa fala no vídeo.

A vizinha de Cíntia, Edinéia Pontes, ajudou nas buscas. Segundo ela, as crianças desapareceram por volta das 15 horas e encontradas por um tio às 23h30, em um matagal. Edinéia diz que os familiares só souberam do desaparecimento quando foram buscar os filhos por volta as 17 horas. “Fui de porta em porta para reunir gente pra buscar as crianças. Os meninos estavam bem assustados”, conta.

Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira, a secretária de educação de Ponta Grossa, Esméria Saveli, afirmou que a direção da escola entrou imediatamente em contato com o Conselho Tutelar, a Guarda Municipal e a Polícia Civil, e que professores ajudaram na busca pelas crianças.

A Secretaria informou ainda que na segunda-feira vai se reunir com a Patrulha Escolar para intensificar a segurança dos estudantes. “Professores e a equipe pedagógica também foram orientados a manter os portões sempre trancados e verificar a ocorrência de novas aberturas no alambrado que cerca o prédio”, diz a nota.

Mãe ameaça diretora de escola com faca e é presa

Mulher estava abalada com o desaparecimento do filho, que fugiu da escola na terça-feira.

+ VÍDEOS

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE