PUBLICIDADE
Carro batido na BR-277, entre Curitiba e o litoral do estado: rodovias federais tiveram 367 acidentes no estado, no maior número de ocorrências desde 2005 |
Carro batido na BR-277, entre Curitiba e o litoral do estado: rodovias federais tiveram 367 acidentes no estado, no maior número de ocorrências desde 2005
Feriado

Número de mortos cresce 33% nas rodovias do Paraná

Entre sexta-feira e ontem, 32 pessoas perderam a vida nas estradas do estado, contra 24 no ano passado. Em todo o país, foram 189 óbitos

Texto publicado na edição impressa de 10 de março de 2011

Número de mortos cresce 33% nas rodovias do Paraná Ampliar

O número de mortes nas rodovias do Paraná aumentou 33% durante o carnaval em relação ao feriado em 2010. Neste ano, 32 pessoas morreram nas estradas que cortam o estado entre sexta-feira e o meio-dia de ontem. No ano passado, nos seis dias de operação, foram 24 óbitos. Os dados foram registrados pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O balanço final da PRF será divulgado hoje. No total, 557 acidentes foram registrados no Paraná neste carnaval, maior número desde o feriado de 2005, quando foram 323. No ano passado foram 527.O aumento do número de mortes no Paraná ficou dentro da média das rodovias federais em todo o Brasil. Segundo a PRF, que fiscaliza 66 mil quilômetros de rodovias federais no país, até a meia-noite de terça-feira foram registrados 189 óbitos, 32% a mais do que no ano passado, quando 143 pessoas mor­­­­­­­­reram. No carnaval deste ano houve 3.563 acidentes no país, que deixaram 2.152 feridos; no ano passado foram 3.233 acidentes com 1.912 feridos. No Paraná, o número de acidentes e mortos em rodovias federais também cresceu na comparação do balanço parcial de 2011 com os seis dias de feriado em 2010. Foram 11 mortes neste ano, um aumento de 37,5% em relação a 2010, quando foram oito registros. Ao todo, a PRF contabilizou 367 acidentes no estado, contra 361 em 2010; 193 pessoas ficaram feridas neste ano, contra 180 no ano passado. Segundo a PRF, 30% da ocorrências com morte foram atropelamentos. Nenhum óbito foi registrado nos trechos da BR-277 e BR-376 que ligam Curi­tiba ao litoral paranaense e catarinense. Quatro dos nove acidentes com morte foram colisões frontais em trechos de pista simples.

Rodovias estaduais

Nas rodovias estaduais do Paraná, o balanço da PRE mostrou que o aumento no número de mortes ficou acima da média: 40% em relação a 2010. Neste ano, 21 pessoas perderam a vida nas estradas, contra 15 no ano passado. O número de acidentes também registrou crescimento, de 14%. Durante todo o feriado de 2010 foram 167 ocorrências, contra 190 de 2011. A quantidade de pessoas feridas aumentou 10%, de 144, em 2010, para 159 neste ano. O número de atropelamentos mais que triplicou: em 2010, foram dois casos contra sete neste ano. A PRE também registrou 4.047 autuações, crescimento de 44% em relação a 2010. Além disso, 200 motoristas foram detidos por embriaguez.

Segundo o tenente Sheldon Vortolin, da PRE, o mau comportamento e a irresponsabilidade dos motoristas no trânsito ainda são os principais causadores de acidentes. “Durante o carnaval foram mais de 4 mil autuações, 200 por embriaguez e 2 mil por excesso de velocidade. Enquanto o motorista continuar desatencioso, vamos ter acidentes.” Sobre o maior número de acidentes, o tenente justifica que o tempo chuvoso aumentou os riscos para os motoristas.

Volta da praia

O movimento foi grande ontem no retorno das praias do Paraná e de Santa Catarina. Pela manhã, a BR-277 tinha movimento de 1,8 mil carros no sentido litoral-Curitiba, segundo a concessionária Ecovia. Esse fluxo corresponde a quase quatro vezes o normal. A estimativa da concessionária era de que 31 mil veículos retornassem ontem das praias. Na BR-376, o fluxo foi maior no início da noite, com 2,2 mil veículos por hora no sentido Santa Catarina-Paraná. O tráfego normal da rodovia varia entre 800 e mil carros por hora.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO