Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

Trajetória

O universo apresentado a 1,2 milhão de pessoas

Planetário do Colégio Estadual do Paraná chega aos 34 anos democratizando a astronomia e colocando os espectadores mais perto do céu

O diretor do Planetário, José Ungaretti da Silva,durante a apresentação: crianças ficam fascinadas |
O diretor do Planetário, José Ungaretti da Silva,durante a apresentação: crianças ficam fascinadas
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O universo em um espaço de apenas seis metros de diâmetro. De maneira simplista, assim pode ser definido o Planetário do Colégio Estadual do Paraná (CEP), por onde já passaram mais de 1,2 milhão de espectadores ao longo de 34 anos de história completados no último dia 27 de abril. De estudantes do ensino fundamental a pesquisadores pós-graduados, o público que vem frequentando o local durante esse período tem a oportunidade de aprender mais sobre planetas, estrelas e o universo de uma maneira geral.

Inaugurado em 1978, o planetário serve tanto para atividades didáticas como está aberto a visitações do público em geral. Nele, um equipamento permite a projeção do céu no passado, presente e futuro, sob a perspectiva de qualquer cidade do Brasil e do mundo. Também são reproduzidos o céu estelar, o sistema solar e outros fenômenos celestes como solstício e equinócio, permitindo assim a ilustração de diversas questões da astronomia. Já foram feitas mais de 13 mil sessões.

Da concepção aos dias atuais, uma coisa não mudou no planetário: seu principal responsável, um militar aposentado, professor e, acima de tudo, um apaixonado pela astronomia. Aos 78 anos, José Manoel Luís Ungaretti da Silva é quem coordena as apresentações, ao lado de dois ex-alunos e hoje astrônomos, Amauri da Luz Pereira e Paulo Roberto Lagos. “O planetário é cinema, teatro e escola ao mesmo tempo, um lugar no qual os astros são os atores”, diz José Luís.

O diretor conta que a criação do local foi motivada pelo desejo de “estabelecer as futuras bases da astronomia no Paraná”. A partir de sua operacionalização surgiram os primeiros cursos de astronomia para jovens e o Clube de Astronomia do CEP. O que mais emociona José Luís, no entanto, é a presença das crianças, que, segundo ele, saem fascinadas das apresentações. “Nós precisamos conhecer o universo, pois somos parte integrante e dele totalmente dependentes. E, para entendê-lo, é preciso estudá-lo desde criança”, defende.

Os alunos do CEP participam de atividades no planetário integradas ao conteúdo disciplinar. Outras instituições de ensino também podem agendar visitas. Para o público em geral, o planetário oferece uma sessão dominical por mês. A próxima será no dia 27.• • • • • • • • •

Interatividade

Você já visitou o Planetário? Quais suas lembranças?

Escreva para leitor@gazetadopovo.com.br

As cartas selecionadas serão publicadas na Coluna do Leitor.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE