Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Operação Láparos

Operação da PF prende 69 pessoas no Paraná; 29 são policiais

Ao todo, 150 mandados de busca e apreensão e 108 de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça Federal na Operação Láparos. A maioria foi cumprido nesta quinta-feira (17)

  • Atualizado em às
Polícia Federal durante a Operação Láparos, na manhã desta quinta-feira (17), em Guaíra |
Polícia Federal durante a Operação Láparos, na manhã desta quinta-feira (17), em Guaíra
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A Polícia Federal de Guaíra, no Oeste do Paraná, desencadeou, nesta quinta-feira (17), uma grande operação para desarticular uma organização criminosa envolvida com o contrabando de cigarros e veículos na região de fronteira. Segundo informações da PF, a Operação Láparos prendeu 69 pessoas no Paraná, entre elas 29 policiais militares e civis. Os dados finais ainda estavam sendo apurados até as 18 horas desta quinta e a Polícia Federal deve divulgar os números completos na sexta-feira (18).

A Justiça Federal expediu 150 mandados de busca e apreensão e 108 de prisão preventiva. O foco da operação foi a atuação da organização na fronteira do Paraná e do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Rondônia.

A PF divulgou um balanço, até as 18 horas, com o local das 69 prisões: foram 36 em Guaíra, 5 em Londrina, 8 em Maringá, 3 em Foz do Iguaçu e 17 em Cascavel.

Em Curitiba, um policial militar foi detido quando fazia um curso na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais. A informação foi confirmada pela Polícia Federal na manhã desta quinta. A assessoria de imprensa da PM informou, no início da tarde, que o policial preso é, na verdade, do interior do Paraná.

Operação Láparos

A PF contou com o apoio do Ministério Público do Paraná (MP-PR), da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná e da Corregedoria Regional da PRF.

Durante os 14 meses de investigações, 202 pessoas foram presas. Houve também a apreensão de 3 milhões de pacotes de cigarros, 6,5 toneladas de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai, 19 caminhões, 76 veículos e 13 embarcações.

No Paraná, a operação é desencadeada nos seguintes municípios: Guaíra, Terra Roxa, Francisco Alves, Iporã, Mercedes, Vera Cruz do Oeste, Umuarama, Cruzeiro do Oeste, Tuneiras do Oeste, Icaraíma, Cafezal do Sul, Tapejara, Douradina, Ivaté, Londrina, Lidianópolis, Faxinal, Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Missal, Medianeira, Matelândia, Maringá, Doutor Camargo, Terra Boa, Santa Fé, Astorga, Cianorte, Paiçandu, Cascavel, Assis Chateubriand, Corbélia, Formosa do Oeste, Tupassi, Toledo, Ubiratã, Marechal Cândido Rondon e Ouro Verde do Oeste.

Outro lado

Em nota, o Departamento da Polícia Civil do Paraná informou que as investigações da Operação Láparos estão sendo acompanhadas pela Corregedoria do órgão, que repudia o desvio de conduta e que todos serão punidos com rigor. Disse ainda que a instauração de processos administrativos e posterior aplicação de punições só poderão ser determinadas após o fim das investigações.

A Polícia Militar do Paraná, também em nota, afirmou que “vê com tristeza o envolvimento de integrantes da instituição com ilícitos e desvios de conduta” e que concorda com as medidas adotadas pela PF. A PMPR diz que está acompanhando a apresentação dos presos às autoridades.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE