PUBLICIDADE
Na terça-feira

Policiais Federais fazem operação "rigor zero" no Afonso Pena

Poucos funcionários trabalharam no aeroporto e apenas casos excepscionais foram atendidos. Expediente ficou reduzido também para a emissão de passaportes

  • Atualizado em às

Nesta segunda-feira (20), os grevistas da Polícia Federal iniciaram o esquema de protestos com "rigor zero" no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Ao contrário das manifestações das últimas duas semanas, os protestos não geram tumultos ou grandes tempos de espera aos usuários.

Na segunda, poucos policiais trabalharam e apenas casos de emergência foram atendidos. O mesmo procedimento será utilizado na terça-feira (21).

Na última quinta-feira (16), logo após a maior operação de reivindicação dos policiais, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) proibiu a realização das fiscalizações detalhadas de todos os passageiros. A corte interpretou que os transtornos constituíam em um abuso de poder por parte dos grevistas.

Logo após, na sexta-feira (17), a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), anunciou as "operações sem padrão", com o início planejado para esta semana. O Sinpef-PR realizou manifestação desde as 9h30, até o meio dia, com panfletagem no aeroporto. Uma nova distribuição de panfletos estava programada para a tarde desta segunda-feira, mas o sindicato decidiu cancelar.

De acordo com o presidente da entidade paranaense, Fernando Vicentine, durante o período em que valer a "operação sem padrão", tanto nos aeroportos quanto nas fronteiras, apenas casos excepcionais serão atendidos. "No caso de um funcionário terceirizado encontrar um fuzil na mala, o que ele precisa fazer é chamar a Polícia Federal para fazer a apreensão", exemplifica.

Vicentine diz que a mudança no modo de agir em relação à greve está diretamente relacionada ao “descaso do governo” com a categoria. “Eles não querem que nós façamos mais as fiscalizações-padrão, só estamos agindo de acordo com a determinação, teremos rigor zero daqui por diante até que não atendam nossas reivindicações”, aponta o dirigente.

O Ministério do Planejamento pretende apresentar uma proposta aos Policiais Federais nesta terça-feira (21), em Brasília.

Passaportes

A Superintendência da PF em Curitiba, no bairro Santa Cândida, trabalhou com expediente reduzido, segundo o Sinpef-PR. Apenas os funcionários terceirizados e uma delegada fizeram o expediente. A orientação é para que apenas as pessoas que já tinham agendado a emissão do documento compareçam ao local. Para quem não tem urgência, o conselho dos grevistas é para que aguarde um momento menos atribulado para procurar a emissão da identificação internacional. Para informações, o telefone de contato da PF é (41) 3251-7501.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO