Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Vida e Cidadania

Fechar
PUBLICIDADE

Flagrante

Policial prende assaltante após comprar flores para a esposa

Soldado percebeu que havia ocorrido um furto na floricultura e efetuou a prisão, além de ajudar na detenção de outro assaltante. Um terceiro ladrão conseguiu fugir

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Um policial à paisana que comprava flores para a esposa percebeu que houve um assalto à floricultura em que estava e prendeu um dos ladrões, além de ajudar na detenção de outro, neste domingo (12), em Curitiba. O estabelecimento é a floricultura EsalFlores, no bairro Rebouças.

O terceiro suspeito conseguiu escapar. De acordo com funcionários do estabelecimento, o trio agiu com muita agressividade e fez um arrastão no local, levando dinheiro dos caixas e celulares. O Dia das Mães é um dos dias de maior faturamento para as floriculturas no ano. Foi levado cerca de R$ 1 mil do local.

Segundo uma funcionária, Simone Gonçalves, o trio entrou com os rostos expostos no estabelecimento, e deu voz de assalto. “Eles chegaram falando que, se eu não desse, o dinheiro iriam meter a mão na minha cara. Os três estavam armados”, afirmou Simone, logo após o assalto. Ela estava trabalhando havia apenas três meses no local.

Assim que pegaram o dinheiro, os suspeitos saíram da floricultura. Após um dos funcionários gritar, o soldado do Batalhão de Polícia de Guarda Fabiano Mendes Cordeiro percebeu que havia ocorrido um roubo. Ele havia acabado de sair da floricultura, onde esteve para comprar flores para esposa, como presente de Dia das Mães. “Pedi para um motorista de um Kadett parar e me dar carona. Fui fazer o acompanhamento deles”, contou Cordeiro.

O soldado viu um dos suspeitos. Cordeiro conseguiu, então, imobilizá-lo e prendê-lo. Com o apoio de outros policiais, que chegaram rápido à região, o segundo suspeito também foi preso. De acordo com os policiais, eles seriam encaminhados para o 8º Distrito Policial. Uma moto, que teria sido usada no roubo, e dois revólveres calibre 38 foram apreendidos. O terceiro suspeito está sendo procurado pela polícia.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais