Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

em curitiba

Professores e alunos protestam contra estudo para fechamento de escolas no Paraná

Governo estadual informou que estuda encerrar atividades em ao menos 31 instituições de ensino no próximo ano

  • Da redação
Protesto começou por volta das 10 horas, em frente a Seed | Antonio More/Gazeta do Povo
Protesto começou por volta das 10 horas, em frente a Seed Antonio More/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

“Quem fecha escolas, abre prisões”. Esse é o mote defendido por professores e estudantes reunidos na manhã desta terça-feira (27) em frente à sede da Secretaria de Estado da Educação (Seed), na Vila Izabel, em Curitiba. Eles protestam contra o estudo anunciado pelo governo estadual de fechar, no próximo ano, no máximo 31 escolas em todo o Paraná.

A visão da APP Sindicato, que representa professores e servidores das escolas estaduais, é de que este número – que já foi estimado em 71 e 150 instituições de ensino – seja ainda maior porque a secretaria não está levando em conta a dupla serventia de prédios escolares, possibilidade que também estaria sendo estudada pelo governo.

Segundo o sindicato, existe a possibilidade de que um mesmo imóvel possa abrigar uma escola pela manhã e outra no período da tarde, sem que sejam decretados oficialmente os fechamentos das unidades.

“Este critério é ruim e vai na contramão de tudo o que o governo apresentou em suas propostas [anteriores]”, avalia Marlei Fernandes de Carvalho, secretária de Finanças da APP. “Escola nenhuma tem que ser fechada e vamos tentar reverter cada uma das decisões com muita mobilização”.

Até agora, a Seed não informou quais escolas correm o risco de fechar, mas garante que a situação deve ser definida até o final de novembro, depois de consulta às comunidades e aos gestores locais.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/27/VidaCidadania/Imagens/Cortadas/protesto app sindicato2_curitiba-kq7C-ID000002-1024x682@GP-Web.jpg
Antônio More/Gazeta do Povo

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE