PUBLICIDADE
Saúde

Redução de estômago aumenta risco de filhos prematuros

Texto publicado na edição impressa de 20 de julho de 2012

Mulheres que se submeteram à cirurgia para redução de estômago têm mais riscos de ter filhos prematuros. O resultado é de um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com a Universidade Católica de Santos. A pesquisa também indicou que essas mulheres têm baixa adesão ao aleitamento materno, além de maior número de partos por cesáreas. O estudo analisou 35 mulheres com idades entre 24 e 39 anos. No grupo, 88,6% fizeram o parto por cesárea. Entre os bebês, 50% nasceram com peso considerado abaixo do adequado e 14% tiveram complicações após o parto. “Os resultados sugerem a necessidade de maior acompanhamento e intervenção nutricional no período pré-natal”, afirma África Isabel de la Cruz Perez, pesquisadora e nutricionista do Centro de Vigilância Epidemiológica da secretaria.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Assine a Gazeta do Povo
      • A Cobertura Mais Completa
        Gazeta do Povo

        A Cobertura Mais Completa

        Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

        Tudo isso por apenas

        6x de
        R$58,20

        Assine agora!
      • Experimente o Digital de Graça
        Gazeta do Povo

        Experimente o Digital de Graça!

        Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

        Plano Digital com
        Primeiro Mês Grátis

        5x de
        R$29,90

        Quero Experimentar
      VOLTAR AO TOPO