Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

Curitiba

Torcedor é baleado dentro de biarticulado após deixar estádio de futebol

Homem tem 25 anos e foi atingido por um tiro no ombro. Em depoimento à polícia, vítima negou que tenha havido briga entre torcedores

  • Atualizado em às
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Um homem de 25 anos foi atingido por tiro no peito, dentro de um ônibus, na noite de quinta-feira (20), em Curitiba. Acompanhado de amigos, Sandro Lemos voltava do estádio Couto Pereira, onde havia assistido ao jogo Coritiba x Paranavaí. O caso ocorreu por volta das 23 horas, em um biarticulado que faz a linha Centenário/Campo Comprido.

Lemos foi ouvido pela polícia na tarde desta sexta-feira (21). De acordo com o delegado Cristiano Augusto Quintas dos Santos, da Delegacia de Homicídios (DH), a vítima contou que estava no ônibus com um grupo de amigos, minutos após o jogo. O rapaz não conhecia o autor do disparo, mas chegou a conversar trivialidades com ele.

Antes de deixar o ônibus, o agressor teria sacado uma arma e atirado contra Lemos. Um amigo da vítima tentou impedir que o atirador saísse do biarticulado, mas acabou sendo atingido por coronhadas.

“Segundo a vítima, não houve qualquer discussão ou briga. Mesmo porque as testemunhas afirmam que o homem que atirou não estava vestido com uniforme de nenhum time de futebol ou de torcida organizada”, disse o delegado. A versão inicial levantada pela Polícia Militar (PM) é de que o disparo teria sido efetuado em uma possível briga de torcidas.

Apesar de não ter havido confronto entre torcedores, a principal hipótese com que a polícia trabalha é que a tentativa de homicídio esteja relacionada ao futebol. Isso porque Lemos trajava um boné do Coritiba. “Pode ser que o autor do tiro seja torcedor de outro time”, supõe o delegado.

Investigações

Após atirar contra Lemos, o homem fugiu e não foi localizado. Como nenhuma das testemunhas conhecia o suspeito, a polícia procura por câmeras de segurança que tenham captado, em algum momento, imagens do atirador. “Vamos checar se algum terminal por onde o acusado passou têm câmeras que possam ajudar nas investigações”, detalhou Santos.

Segundo o delegado, quatro amigos de Lemos já foram identificados e serão intimados a depor. A polícia pretende ouvir também outros passageiros que estavam no ônibus no instante da ocorrência.

Após ser atingido pelo disparo, Lemos desceu do biarticulado no terminal da Vila Oficinas. Amigos da vítima acionaram o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma de Emergência (Siate), que encaminhou a vítima ao Hospital Evangélico. Lemos passou por um procedimento cirúrgico, mas passa bem. Segundo a polícia, Lemos já foi filiado à torcida Império Alviverde, mas já havia se desligado da organização.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE