Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Vida Pública

Fechar
PUBLICIDADE

Acidente com dois mortos

Imagens mostram Carli Filho com duas taças de vinho pouco antes do acidente

Gravações, divulgadas pela polícia na quarta-feira (20), são de restaurante onde o deputado esteve antes do acidente, acompanhado de amigos

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A polícia divulgou na quarta-feira (20) imagens do deputado Fernando Ribas Carli Filho (PSB), poucas horas antes do acidente que terminou com a morte de dois jovens em Curitiba. As filmagens são da câmera de segurança do restaurante onde o deputado, de 26 anos, esteve na noite do dia 6 de maio, acompanhado de amigos, e foram exibidas nesta quinta-feira (21) pelo telejornal Bom Dia Paraná, da RPC TV.

Poucas horas depois, o carro que Carli Filho dirigia, um Passat, bateu na traseira de um Honda Fit próximo ao cruzamento das ruas Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Paulo Gorski, no Mossunguê. Com a colisão, Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20, ocupantes do Honda Fit, morreram na hora.

As gravações mostram o parlamentar passando com duas taças de vinho nas mãos, seguido de um casal que o acompanhava. Na segunda-feira (18), o resultado de um exame realizado pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba comprovou que Carli Filho estava embriagado no momento da colisão.

O último jovem que aparece na imagem gravada no restaurante, um amigo do deputado, foi ouvido na quarta-feira (20) pela polícia. "Segundo a percepção desse amigo, ele [Carli Filho] não apresentava segurança necessária para sair dirigindo. Tanto que o amigo, segundo os autos, tentou convencê-lo para que fosse de carona com ele, o que acabou não acontecendo", disse o delegado Armando Braga de Moraes Neto, titular da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) de Curitiba, ao Bom Dia Paraná.

Cassação

Por conta do acidente, o advogado Elias Mattar Assad, que representa a família de Gilmar Rafael Yared, protocolou um pedido de cassação do mandato de Carli Filho por quebra de decoro parlamentar. Na segunda-feira (18), o corregedor-geral da Assembleia Legislativa, Luiz Accorsi (PSDB) encaminhou uma notificação ao deputado, que está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Desde então, o parlamentar tem 10 dias de prazo para apresentar sua defesa.

Segundo o Hospital Albert Einstein, o parlamentar ainda se recupera da cirurgia para correção de fraturas no crânio e reconstrução dos ossos da face, realizada há uma semana e que durou 14 horas. Não há previsão de quantas novas operações serão necessárias nem quando o deputado receberá alta.

De acordo com a assessoria de Carli Filho, no momento, a família do deputado não falará sobre o caso. Apenas o advogado criminalista Roberto Brzezinski Neto – contratado para defender o parlamentar – irá se pronunciar, em uma coletiva de imprensa que deve ser marcada para os próximos dias.

Passeata

A família de Gilmar Rafael Yared fará uma passeata pelas ruas de Curitiba na manhã do próximo domingo (24). A caminhada sairá às 10 horas do local onde aconteceu o acidente que matou o rapaz e o amigo dele, no cruzamento das ruas Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Paulo Gorski, e seguirá até o Parque Barigui.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais