Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Oeste do Paraná

MP vê indícios de corrupção e pede afastamento de vereadores em Cascavel

Júlio Cesar Leme da Silva (PMDB), Mario Seibert (PTC) e Airton Camargo (PR) são suspeitos de manter em seus gabinetes funcionários fantasmas

  • Luiz Carlos da Cruz, correspondente
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Ministério Público (MP) pediu à Justiça o afastamento de três vereadores de Cascavel, no Oeste, suspeitos de corrupção. Júlio Cesar Leme da Silva (PMDB), Mario Seibert (PTC) e Airton Camargo (PR) são suspeitos de manter em seus gabinetes funcionários fantasmas.

Na terça-feira (6), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu mandados de busca e apreensão na casa dos três vereadores e assessores. Documentos e até armas foram apreendidos na operação e serão analisados pelo MP.

De acordo com nota divulgada pelo MP, 16 inquéritos civis tramitam na 7ª Promotoria de Justiça em Cascavel. O objetivo é apurar as denúncias de contratação de funcionários fantasmas e um suposto esquema de devolução aos vereadores de parte dos salários dos assessores. O MP afirma que "há fortes indícios" contra os vereadores.

Dos 16 inquéritos em andamento, quatro estão sob segredo de Justiça. O promotor Gustavo Henrique Rocha de Macedo, responsável pelas investigações, informou que só vai se manifestar após a conclusão dos trabalhos.

O presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel, Marcos Sotille Damasceno (PDT), informou, por meio de sua assessoria, que não vai se manifestar sobre as investigações do MP. Os três vereadores terão cinco dias para apresentar defesa sob o pedido de afastamento.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

PUBLICIDADE