Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Curitiba

Polícia fecha casa de prostituição no Centro de Curitiba

No local foram encontrados materiais pornográficos e propagandas iguais a existentes em orelhões da capital; cinco mulheres foram detidas e liberadas em seguida

10/08/2012 | 13:45 | atualizado em 10/08/2012 às 20:45
  • Comentários

Uma casa de prostituição foi fechada na noite de quinta-feira (16) na Avenida Visconde de Guarapuava, no Centro de Curitiba. Cinco mulheres foram presas no local, que alegaram manter a casa por conta própria. Na casa, havia propaganda igual a encontrada em orelhões da capital e materiais pornográficos.

A interdição foi feita pela Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), que fechou outros três estabelecimentos: uma casa dançante, uma academia alugada para a realização de uma festa e um bar.

A Aifu investigava o centro de prostituição havia um ano. Durante a operação, os telefones do local tocavam sem parar, segundo a comandante da operação da Aifu, sargento Márcia Rodrigues Geraldo. Ela disse que atendeu uma das ligações na qual um homem disse que gostaria de marcar um encontro no dia seguinte com uma das garotas que trabalhavam no local.

“Eu falei a ele que ali era uma casa de prostituição, que manter uma casa como aquela é crime e que as garotas seriam conduzidas para a delegacia", relatou Márcia. "Disse também que a prostituição não é crime, mas que com esse comportamento ele está colaborando para um crime.”

As detidas foram encaminhadas ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), assinaram um Termo Circunstanciado e foram liberadas.

Mais fechamentos

Outros três estabelecimentos foram fechados durante operação da Aifu. Uma casa dançante, também na Avenida Visconde de Guarapuava, foi fechada por não possuir alvará de funcionamento. Um adolescente que estava no local foi orientado a se retirar por agentes da Fundação de Ação Social (Fas). Também houve infrações de trânsito e dois veículos foram removidos da propriedade.

Uma academia no Prado Velho, que foi alugada para a realização de uma festa de calouros de Direito de uma universidade da capital, também foi fechada. No local, segundo a polícia, havia indícios de consumo de maconha e substâncias inalantes. O estabelecimento foi fechado também por não possuir alvará de funcionamento e por realizar evento com bebida alcoólica a em local inadequado. Além disso, a academia apresentava condições precárias de higiene. Dois veículos em situação irregular foram retirados do local.

Um bar no Centro, foi fechado por falta de documentação. Um adolescente que estava no local foi orientado a se retirar por agentes da FAS.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade