Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade

Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Jonathan Campos/Gazeta do Povo / Ruas lotadas: decadncia do transporte coletivo  apontada como um dos fatores para a compra de mais veculos na cidade Ruas lotadas: decadncia do transporte coletivo apontada como um dos fatores para a compra de mais veculos na cidade
Trnsito

Curitiba tem mais carros por pessoa do que qualquer capital

Estudo pe frota curitibana frente da de So Paulo e do Rio de Janeiro. Para especialistas, renda alta seria um dos motivos da proliferao de automveis

Publicado em 27/09/2008 |
  • Comentrios

De 1999 a 2006, Curitiba passou da 5 para a maior frota de veculos proporcionalmente populao. Levantamento divulgado ontem pela Associao Brasileira de Medicina do Trfego (Abramet) sobre o trnsito nas 27 capitais pe a mdia de Curitiba acima inclusive das duas maiores cidades brasileiras: So Paulo (3 colocada) e Rio de Janeiro (13 colocada).

O estudo aponta que, de 1999 a 2006, o nmero de veculos na capital paranaense aumentou 44,7%. A frota passou de 684.212 para 990.542. Com cerca de 1,8 milho de habitantes, a mdia chegou a um veculo para quase dois habitantes em 2006. Atualmente, a capital paranaense j ultrapassou a marca de 1 milho de veculos, conforme dado do Departamento de Trnsito do Paran (Detran).

Cidade responde por 6% dos acidentes ocorridos no pas

Dados de 2006, ltimo ano coberto pela mais recente pesquisa sobre o trnsito nas capitais da Associao Brasileira de Medicina de Trnsito (Abramet), apontam que Curitiba a quinta cidade em nmero de acidentes de trnsito com vtimas no pas. Com 6.973 acidentes, a capital paranaense representa 6% total registrado no pas naquele ano: 100.794.

Leia a matria completa

Governantes tm de adotar novas medidas

O presidente da Associao Brasileira de Medicina de Trnsito (Abramet), o mdico Flvio Adura, espera que os dados do Atlas dos Acidentes de Trnsito nas Capitais do Pas sirvam para que os governantes reforcem a poltica pblica em relao ao trnsito de motos. E, conforme as estatsticas do levantamento sobre o trnsito nas capitais, necessidade h.

Leia a matria completa

Para o engenheiro civil Eduardo Ratton, professor do Departamento de Trnsito da Universidade Federal do Paran (UFPR), a liderana de Curitiba se deve principalmente a trs fatores: a queda na qualidade do transporte pblico coletivo; a insegurana; e o alto poder aquisitivo do curitibano. O transporte coletivo de Curitiba no est defasado s nos horrios de pico. Um indicativo disso que as pessoas cada vez mais optam pelo carro. At porque hoje muito fcil adquirir um veculo, com financiamento em 60 prestaes ou mais, argumenta.

A secretria Camila Ferreira, 22 anos, um exemplo disso. H dois anos ela comprou um Ford Ka e desde ento vai todos os dias para o trabalho e faculdade de carro. Os R$ 390 mensais do financiamento em 32 vezes representam 40% de seu salrio. Por ms, so mais R$ 200 de combustvel, totalizando R$ 590. Se continuasse a usar o transporte coletivo, gastaria apenas R$ 152 por ms quatro passagens dirias. Mesmo deixando de economizar R$ 438 por ms, Camila nem pensa em deixar o carro. Alm de ir no nibus lotado, eu chegava todo dia atrasada na faculdade quando no tinha carro. O trajeto que eu fazia em 40 minutos agora fao em 15. D at tempo de estudar antes da aula, ressalta.

Ratton ressalta ainda a insegurana como fator que empurra o curitibano para dentro dos carros. Inclusive em trajetos de curta distncia. Antigamente, as crianas iam a p para a escola. Hoje qual pai deixa o filho caminhar cinco quadras sozinho? O risco de ser assaltado muito grande, diz.

Sobre a influncia do poder aquisitivo na aquisio de mais carros, Ratton ressalta que no ocorrem aumentos da frota em regies pobres; s em reas onde a populao tem poder aquisitivo mais alto. Mesma opinio do presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Augusto Canto Neto.

Para ele, Curitiba segue tendo o melhor transporte coletivo do Brasil a Rede Integrada de Transporte (RIT) atende a 2,5 milhes de pessoas de toda a grande Curitiba por dia, 1,5 milho s da capital. Apesar de sermos o melhor transporte pblico, no tem como proibir a pessoa de adquirir um carro. At porque a renda per capita do curitibano, de aproximadamente R$ 1,5 mil mensais, quase o dobro da mdia brasileira, enfatiza.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposio com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, voc recebe o jornal em casa, tem acesso a todo contedo do site no computador, no smartphone e faz o download das edies da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por ms no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      S o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao contedo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edies no tablet - um novo jeito de ler jornal onde voc estiver.

      CLIQUE E FAA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      publicidade