Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade

Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Daniel Castellano/Gazeta do Povo / Praça de pedágio da Ecovia: valor subirá 9,74% a partir da próxima semana Praça de pedágio da Ecovia: valor subirá 9,74% a partir da próxima semana
Estradas do Paraná

Concessionárias divulgam tabela com novos valores do pedágio

Trajeto entre Curitiba e o Litoral do estado pela BR-277 ainda é o mais caro do Paraná. A tarifa cobrada para carros de passeio passa a custar R$ 12,50

27/11/2008 | 18:45 |
  • Comentários

A tabela com os novos valores do pedágio nas estradas do Paraná foi divulgada pela regional paranaense da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) nesta quinta-feira (27). Cinco das seis concessionárias que já atuam no estado recorreram à Justiça e foram autorizadas a aplicar o reajuste anual. O índice de aumento é 9,74% e começa a valer a partir da zero hora de 1.º de dezembro.

A concessionária Caminhos do Paraná, que administra trechos das rodovias BRs 277, 373 e 476, foi a última a receber decisão favorável da Justiça. No final da tarde de quarta-feira (26), a juíza federal Claudia Rocha Mendes Brunelli concedeu autorização para a empresa aumentar o preço cobrado nas cinco praças que administra no Paraná.

Reajuste 2008

ECONORTE

BR 369Cambará – R$ 10,60 passeio/ R$ 9,30 eixo/ R$ 5,30 moto

BR 369Jataizinho – R$ 11,50 passeio/ R$ 9,30 eixo/ R$ 5,80 moto

BR 323Sertaneja – R$ 9,90 passeio/ R$ 9,30 eixo/ R$ 5,00 moto

VIAPAR

BR 369Arapongas – R$ 5,20 passeio/ R$ 4,50 eixo/ R$ 2,60 moto

BR 376Mandaguari – R$ 5,20 passeio/ R$ 4,50 eixo/ R$ 2,60 moto

BR 376Castelo Branco – R$ 7,10 passeio/ R$ 5,90 eixo/ R$ 3,60 moto

PR 317Floresta – R$ 7,80 passeio/ R$ 6,60 eixo/ R$ 3,90 moto

BR 369Campo Mourão – R$ 7,80 passeio/ R$ 6,60 eixo/ R$ 3,90 moto

BR 369Corbélia – R$ 7,80 passeio/ R$ 6,60 eixo/ R$ 3,90 moto

ECOCATARATAS

BR 277- São Miguel do Iguaçu – R$ 9,20 passeio/ R$ 8,20 eixo/ R$ 4,60 moto

BR 277- Céu Azul – R$ 7,10 passeio/ R$ 6,20 eixo/ R$ 3,60 moto

BR 277- Cascavel – R$ 7,60 passeio/ R$ 6,40 eixo/ R$ 3,80 moto

BR 277- Laranjeiras – R$ 7,60 passeio/ R$ 6,40 eixo/ R$ 3,80 moto

BR 277- Candói – R$ 7,60 passeio/ R$ 6,40 eixo/ R$ 3,80 moto

CAMINHOS DO PARANÁ

BR 277Prudentópolis – R$ 7,50 passeio/ R$ 7,00 eixo/ R$ 3,80 moto

BR 277Irati – R$ 6,60 passeio/ R$ 5,90 eixo/ R$ 3,30 moto

BR 277- Porto Amazonas – R$ 7,50 passeio/ R$ 7,00 eixo/ R$ 3,80 moto

BR 373Imbituva – R$ 6,60 passeio/ R$ 5,90 eixo/ R$ 3,30 moto

BR 476Lapa – R$ 7,50 passeio/ R$ 7,00 eixo/ R$ 3,80 moto

ECOVIA

BR 277São José dos Pinhais – R$ 12,50 passeio/ R$ 10,50 eixo/ R$ 6,30 moto

Já estavam autorizadas pela Justiça a aplicar o reajuste a Ecovia,Viapar, Ecocataratas e Econorte. Na semana passada, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) negou o pedido de reajuste, o que obrigou as empresas a entrarem com processos para garantir o aumento. A concessionária RodoNorte ainda não recorreu à Justiça.

A Ecocataratas, que gerencia a BR-277 entre Foz do Iguaçu, no Oeste, e Guarapuava, na região central do estado, vai aplicar, além dos 9,74%, o degrau tarifário de 9%, autorizado por medida judicial no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

O DER informou que, assim que for notificado oficialmente das decisões judiciais, vai recorrer para tentar impedir o reajuste das tarifas.

Tarifas

O trajeto entre Curitiba e o Litoral do estado pela BR-277 ainda é o que tem o pedágio mais caro do Paraná. Os carros de passeio passam a pagar R$ 12,50 no trecho. A tarifa atual é de R$ 11,40. O valor do pedágio para motos é R$ 6,30 e a tarifa para caminhões é de R$ 10,50 por eixo.

A tarifa para carros de passeio na praça de pedágio de Irati, localizada na BR-277, aumenta de R$ 6 para R$ 6,60. Já na praça da Lapa, BR-476, o preço sobe de R$ 6,80 para R$ 7,50.

O aumento é feito anualmente e as concessionárias chegam ao valor tomando como base índices divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), entre eles o Índice Geral de Preço de Mercado (IGPM) e o Índice Nacional da Construção. Esses valores são aplicados em uma fórmula paramétrica, prevista no contrato de concessão, que gera o reajuste.

Novas praças

Além dos aumentos, até janeiro as estradas que cortam o estado vão ganhar mais quatro praças de pedágio. A cobrança será feita pela OHL Brasil, empresa espanhola que administrará pedágios de São Paulo à divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com a implantação das novas praças, os motoristas não terão alternativa para chegar até o litoral paranaense sem pagar a taxa.

Os novos trechos pedagiados estão divididos em três. Na Régis Bittencourt, trecho da BR-116 entre São Paulo e Curitiba, serão seis praças com o pedágio de R$ 1,36. No trecho entre a capital paranaense e Palhoção, em Santa catarina, serão cinco praças com a cobrança de R$ 1,10. Já entre Curitiba e a divisa dos estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul serão cinco praças com a cobrança de R$ 2,54. Os valores devem ser corrigidos com o IPCA (índice que mede a inflação).

No Paraná, serão construídas quatro praças: em Campina Grande do Sul, Fazenda Rio Grande e Rio Negro, todas na BR-116, e em Campo Largo da Roseira, na BR-376.

Qual sua opinião sobre o assunto? Deixe abaixo seu comentário

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade