Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Ensino médio

Aluno tem direito a escolher turno

Publicado em 28/02/2009 |
  • Comentários

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação dá direito ao aluno trabalhador estudar no período noturno. Porém, segundo ressalta a promotora de Justiça Hirmínia Dorigan de Matos Diniz, coordenadora do Centro de Apoio de Proteção às Promotorias de Educação do Ministério Público Estadual, o adolescente deve ter a opção de escolha sobre qual período pretende estudar. “O noturno tem de ser uma exceção para a pessoa que necessita trabalhar durante o dia. O estado tem de oferecer preferencialmente as vagas durante o período diurno, principalmente se os adolescentes ficam expostos à violência”, diz.

A diretora de administração escolar de Secretaria de Estado da Educação, Ana Lúcia Schullan, explica que a política é ampliar a oferta de vagas no ensino médio diurno, o que vem ocorrendo desde 2006. “O objetivo é que os adolescentes entre 14 e 16 anos que não precisam trabalhar possam frequentar o ensino médio durante o dia. Mas a nossa intenção não é acabar com o ensino médio noturno”, diz

Ana Lúcia afirma que não há falta de vagas no ensino médio regular. De acordo com a diretora, entre 2007 e 2009 houve um aumento em 12% de turmas no ensino médio diurno e uma redução de cerca de 8% nas turmas da noite. Ou seja, em 2007, foram atendidos 210.474 alunos no período do dia, passando para 242.088 em 2009. No período da noite, eram 154.731 alunos em 2007, passando para 139.483 em 2009. “Isso prova a nossa política de atendimento diurno no ensino médio. Em novembro e dezembro abrimos a possibilidade de opção para todos. Mas não é uma decisão que se possa confiar. Muitos estudantes depois de conseguir emprego ou estágio pedem para mudar para a noite”, diz.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade