Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
mau tempo

Chuva causa mortes e estragos no Paraná; veja fotos e vídeos

Situação mais crítica é na cidade de Sengés, no Norte Pioneiro. Município está isolado depois da queda de pontes e de estradas. Três pessoas estão desaparecidas

30/01/2010 | 13:49 | atualizado em 30/01/2010 às 19:21
  • Comentários

A forte chuva que caiu durante a madrugada deste sábado (30) provocou três mortes na região Norte do Paraná, além de causar vários estragos em diversas regiões do estado. A situação mais complicada é na cidade de Sengés, no Norte Pioneiro. Três pessoas estão desaparecidas.

A cidade está completamente isolada por terra e sem comunicação via telefone ou rádio, segundo a defesa civil do Paraná. Sengés sofreu ainda alagamentos e deslizamentos provocados pelo aumento do nível de córregos.

Antonio Costa/Agência de Notícias Gazeta do Povo

Antonio Costa/Agência de Notícias Gazeta do Povo / Vários moradores ficaram desalojados na Região Metropolitana de Curitiba por causa das fortes chuvas Ampliar imagem

Vários moradores ficaram desalojados na Região Metropolitana de Curitiba por causa das fortes chuvas

RPC TV

Em Campo Largo a Estrada do Cerne foi bloqueada por que uma cratera se abriu no asfalto

RPC TV

Em Tomazina pelo menos 150 famílias estão desalojadas. A rodoviária da cidade terá de ser demolida

RPC TV

Pelo menos três pessoas morreram em Sengés por causa das chuvas

Segundo informações da Agência Estadual de Notícias (AEN) o governador Roberto Requião (PMDB) irá, na manhã deste domingo (31), visitar os municípios mais afetados da região. O governador sobrevoará a região para verificar, pessoalmente, a extensão dos danos das enchentes.

Na Região Metropolitana de Curitiba também foram registrados estragos em Almirante Tamandaré, Colombo, Pinhais, Piraquara e Campo Magro. Na capital, casas do bairro Pilarzinho ficaram alagadas com a cheia do Rio Barigui.

Norte Pioneiro

Neste sábado (30), a cidade paranaense de Sengés, no Norte Pioneiro, ficou totalmente isolada. Na quinta-feira (28) as fortes chuvas abriram uma cratera na PR-239 entre o município paranaense e Itararé-SP. Durante a madrugada deste sábado houve queda de outra ponte em Sengés que faz a ligação com Jaguariaíva e duas pessoas morreram afogadas. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil durante a manhã deste sábado era difícil até o contato por telefone com a cidade.

Segundo informações do telejornal ParanáTV, 1.ª edição, na cidade de São José da Boa Vista cerca de 3 mil pessoas ficaram isoladas, em razão das fortes chuvas. A prefeitura afirmou que mais de 50 pontes foram destruídas no município. Em Jaguariaíva foram registrados deslizamentos e quedas de barreiras nas rodovias. A Defesa Civil informou que 20 casas sofreram estragos durante a madrugada na cidade.

O governo estadual, por meio da Defesa Civil, mobilizou dois helicópteros e equipes do Corpo de Bombeiros de Ponta Grossa e do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), que montaram base no município vizinho de Jaguariaíva para levar ajuda à população de Sengés.

Em Arapoti, nove residências foram atingidas e duas quedas de árvores foram registradas na cidade. Os municípios de Ibaiti, Tomazina e Pinhalão também sofreram com alagamentos. A cidade de Tomazina ficou ilhada. O Rio das Cinzas subiu 10 metros e deixou dezenas de famílias desabrigadas. As pessoas foram levadas para escolas do município.


Região Metropolitana

O temporal também causou estragos na região de Curitiba. Foram registrados alagamentos e deslizamentos de terras em estradas que ligam a capital as outras cidades da região. Em Campo Magro a PR-090, conhecida como Estrada do Cerne, foi completamente interditada nos kms 15 e 37. De acordo com a Defesa Civil, uma cratera se abriu no meio do asfalto e não há previsão de quando a estrada será liberada. Também aconteceram três pontos de quedas de barreira na rodovia.

A chuva não causou apenas transtornos para os motoristas em Campo Magro. O temporal da madrugada causou estragos em 150 casas da cidade. Oitenta famílias ficaram desabrigadas e foram levadas para escolas do município. Outras 100 pessoas ficaram desalojadas.

Na cidade de Almirante Tamandaré, a Rodovia dos Minérios também alagou e foi interditada. O prefeito da cidade, Vilson Goinski (PMDB), decretou estado de emergência. O terminal de ônibus do Centro ficou alagado e foi interditado durante a manhã deste sábado. Os bairros mais atingidos foram o Centro, Tranqueira e Bonfim. "Esse é um dos maiores alagamentos da história da cidade. Ninguém se lembra de outro igual", afirmou Goinski.

Os moradores que tiverem alguma situação de emergência podem ligar para os telefones 193 e 3699-1232 da Defesa Civil. Também está disponível o telefone da central de ambulância de Almirante Tamandaré 3657-1515 e do secretário municipal de Ação Social, Adilson Pavoni, 9632-2370.

Na cidade de Colombo houve queda de duas pontes de acesso nos bairros Morro Grande e Campestre. "As ruas ficaram destruídas. Ninguém consegue sair para o Centro de Colombo. Estamos praticamente ilhados aqui, ninguém foi trabalhar neste sábado", afirmou a moradora Marina Bontorin. Nas cidades de Pinhais e Piraquara também foram registrados pontos de alagamentos no Jardim Cláudia e Jardim Tropical, respectivamente. Em Piraquara, o prefeito Gabriel Samaha, o Gabão (PPS), decretou estado de emergência por causa dos alagamentos.

“A barragem do Iraí está vazando pelo ladrão e alagou toda a região do Jardim Tropical. A água está a quase um metro dentro da casa das pessoas", afirmou o prefeito Gabão. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, cerca de 250 famílias foram atingidas pelos alagamentos. O prefeito cobra ações do estado para tentar diminuir os problemas de enchentes na região.

“Precisa ser feito um trabalho preventivo por parte da Suderhsa [Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental do Paraná] e da Sanepar para fazer uma dragagem dos rios, pois essa não será a última vez que terá alagamentos na região”, definiu o prefeito.

As famílias desabrigadas recebem atendimento da Ação Social e foram levadas para três escolas municipais da região, para a associação dos moradores do Jardim Tropical e para casas de parentes.

Estradas

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR-476 (Estrada da Ribeira) está com, pelo menos, oito quedas de barreiras na manhã deste sábado. O tráfego é parcial em vários desses trechos, porém, ainda de acordo com a central de operações da PRF, o tráfego está liberado apenas para automóveis. Alguns ônibus de linha percorrem trechos parciais obrigando as pessoas a fazerem baldeações com outros ônibus que vêm em sentido oposto.

Já o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual informou que várias rodovias estaduais foram afetadas. Até a tarde deste sábado a situação era a seguinte: PR-151 - Ponta Grossa - Sengés / Itararé/SP: Quedas de barreira nos kms 200 e 185 e queda de barreira na SP-239, km 8.

Na PR-090 (Estrada do Cerne) no km 15 existe uma cratera com aproximadamente 7 metros. O desvio está sendo feito por Campo Magro. No km 27 parte do asfalto baixou e o tráfego segue liberado em meia pista. Nos kms 37 e 39 - trecho sem pavimentação - a passagem está bloqueada, sendo que nesses trechos o desvio está sendo realizado por Bateias.

Sem abastecimento

O temporal da madrugada deste sábado também afetou o funcionamento dos sistemas de abastecimento de água nas cidades de Almirante Tamandaré, Colombo e Itaperuçu, na região de Curitiba, e das cidades de Corbélia, Ibaiti, Pinhalão, Tomazina, Turvo, Piên e Wenceslau Brás, no interior do estado.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade