Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade

Hugo Harada / Agencia de Noticias Gazeta do Povo

Hugo Harada / Agencia de Noticias Gazeta do Povo / Ciclistas exibiram uma faixa com a frase “este é um congestionamento de bicicletas” Ciclistas exibiram uma faixa com a frase “este é um congestionamento de bicicletas”
Solidariedade

Bicicletada da Paz reúne cerca de 300 ciclistas em Curitiba

Movimento percorreu aproximadamente seis quilômetros nesta quarta-feira em solidariedade aos 16 ciclistas atropelados em Porto Alegre

02/03/2011 | 21:25 |
  • Comentários

Cerca de 300 ciclistas se reuniram no final da tarde desta quarta-feira (2) no campus Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba, para realizar a Bicicletada da Paz. Por volta das 19h, eles iniciaram o percurso que passou por importantes ruas e avenidas da capital como Vicente Machado, Batel, Dr. Muricy e terminou às 20h30 no Museu Oscar Niemeyer (MON).

O movimento, que ocorre há cinco anos na última manhã de sábado do mês, foi realizado excepcionalmente nesta quarta-feira em solidariedade ao atropelamento de um grupo de pelo menos 16 ciclistas ocorrido na sexta-feira (25), durante a bicicletada de Porto Alegre. Eles também aproveitaram para pedir mais segurança e gentileza no trânsito e exibiram uma faixa com a frase “este é um congestionamento de bicicletas”.

Hugo Harada / Agência de Notícias Gazeta do Povo

Hugo Harada / Agência de Notícias Gazeta do Povo / Ciclistas realizaram um percurso de 6 km e passaram por diversas ruas e avenidas do Centro de Curitiba Ampliar imagem

Ciclistas realizaram um percurso de 6 km e passaram por diversas ruas e avenidas do Centro de Curitiba

O percurso de aproximadamente seis quilômetros foi todo percorrido sem o apoio da Diretoria de Trânsito (Diretran) ou Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTran). Segundo o ciclista Jorge Brand, a intenção é justamente promover o evento sem o apoio dos órgãos de trânsito “Nós fazemos questão de não pedir apoio porque queremos justamente poder andar de bicicleta pelas ruas todos os dias, sem a necessidade de policiamento”, conta.

Brand também fez questão de destacar que a bicicletada se mantém ao longo dos anos apesar do descaso da prefeitura de Curitiba, Urbs e Ippuc com os ciclistas. “O fato que ocorreu em Porto Alegre é muito triste, mas pelo menos abre os olhos dos brasileiros para a forma como os ciclistas são tratados no país. Eu mandei uma carta ao prefeito Luciano Ducci e estou aguardando ele se manifestar publicamente sobre o acidente no Rio Grande do Sul e as condições que são oferecidas para os ciclistas de Curitiba”, reclama.

A ciclista Sarita Barros destaca que o movimento ocorreu de forma pacífica e a grande maioria dos motoristas de carros entendeu os objetivos da bicicletada. “Alguns sempre se exaltam e reclamam, mas a maioria compreende e respeita o movimento”, conta.

O movimento da bicicletada em Curitiba pode ser acompanhado no www.bicicletadacuritiba.wordpress.com.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade