Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Investigação

Acusação planeja reconstituição 3D no caso da morte de policial

Peritos fizeram coleta de dados nas investigações sobre o crime ocorrido em Cascavel

07/08/2012 | 20:38 |
  • Comentários

Peritos indicados pela Assistência de Acusação do caso envolvendo a morte do policial federal Alexandre Drumond Barbosa realizaram na última segunda-feira (6) nova coleta de dados no carro e no local onde ocorreu o homicídio. O ruralista Alessandro Meneghel é acusado de ter cometido o crime.

A partir das informações e das imagens existentes, a perícia vai elaborar uma reconstituição do crime em terceira dimensão (3D). Além do Ministério Público e da Assistência de Acusação, acompanharam o trabalho os próprios peritos oficiais do caso. “Estamos utilizando recursos muito avançados, coisa que nem a perícia oficial tem estrutura para oferecer”, afirma Luciano Katarinhuk, advogado assistente de acusação.

De acordo com o advogado, cálculos matemáticos permitirão analisar com precisão como o crime aconteceu. “Queremos provar o que as imagens dizem. Mostraremos o exato posicionamento do veículo, os ângulos dos disparos da caminhonete e o ângulo de onde partiram”, explica.

A acusação tem até três dias antes do julgamento para apresentar o vídeo à defesa. Segundo Luciano, a defesa também indicou peritos próprios, mas ainda não apresentou o novo material.

Relembre o caso

O ex-líder ruralista Alessandro Meneghel, 46 anos, foi preso na madrugada do dia 14 de abril acusado de matar o agente da polícia federal (PF) Alexandre Drummond Barbosa, de 36 anos. O crime aconteceu após um desentendimento dentro de uma boate em Cascavel, no Oeste. Testemunhas relataram que Meneghel deixou o local e voltou pouco depois para efetuar os disparos contra o policial, que estava na calçada em via pública.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade