PUBLICIDADE

Animal

Cão idoso é tratado com acupuntura e tem melhora significativa dos sintomas

Agulhas funcionam também para outras doenças como alergias, imunodeficiência e até insuficiência renal em gatos. Veja o vídeo

Sheltie, de 13 anos, passou por sessões de acupuntura e teve melhora dos sintomas (Foto: Alison Martins / Gazeta do Povo)Sheltie, de 13 anos, passou por sessões de acupuntura e teve melhora dos sintomas (Foto: Alison Martins / Gazeta do Povo)

A acupuntura em animais pode tratar qualquer tipo de problema ou doença, mas geralmente é indicada para a melhora de dores, principalmente em idosos. Foi o caso do Sheltie Rodin, de 13 anos, cachorro da raça Pastor de Shetland. Em março, sua tutora, a funcionária pública Anelisa Zanella, percebeu que Sheltie estava mancando e com dificuldades para se levantar. A partir de exames, foi constatado que o animal estava uma displasia no quadril e espondilose na coluna.

No mês seguinte Sheltie começou as sessões de acupuntura, aliadas à fisioterapia. “As respostas foram ótimas. Antes ele ficava só deitado e agora ele está novamente um moleque, brinca, corre”, afirma Anelisa. Por voltar a ser ativo, o cachorro também perdeu peso, o que contribuiu ainda mais para sua saúde e qualidade de vida.

A médica veterinária Juliana Souza, da Vetfisio, explica que a acupuntura pode ser utilizada tanto isoladamente quanto combinada com outro tipo de terapia. Embora as dores sejam os problemas mais comuns, as agulhas funcionam também para outras doenças como alergias, imunodeficiência e até insuficiência renal em gatos. “Geralmente o tratamento inicial dura 6 semanas. A partir daí é possível ver se o paciente respondeu bem. A resposta é positiva para a maioria dos casos”, afirma Juliana, responsável pelo tratamento do Sheltie.

Como funciona

A sessão começa com o estímulo dos pontos feitos com um laser, dependendo do problema tratado. Cada ponto da acupuntura faz parte de um dos 14 meridianos pelos quais flui a energia vital. As agulhas são utilizadas depois, nos locais que já receberam o laser. “Depois utilizamos o mosha, que é um bastão de carvão prensado com artemísia, para esquentar os pontos”, explica Juliana.

Embora a sessão de acupuntura dure, em média, 1 hora, o animal fica apenas 10 minutos com as agulhas no corpo. Animais mais agitados ou de difícil temperamento não precisam de sedativo. A veterinária diz que naturalmente eles tendem a relaxar depois do início do tratamento. A terapia pode ser feita em qualquer bicho, de cachorro e gatos domésticos, passando por cavalos até os exóticos, como iguanas ou coelhos.

Uma sessão de acupuntura custa, em média, R$ 120, mas o valor diminui cerca de 10% quando os tutores fecham pacotes maiores.

Veja o vídeo de uma sessão de acupuntura em animais:

LEIA TAMBÉM

>> Antes de correr, cachorros também precisam de avaliação clínica

>> Aja rápido, animais de estimação também precisam de primeiros socorros

>> Quais os riscos e benefícios da catnip, conhecida como “erva dos gatos”?

PUBLICIDADE