PUBLICIDADE

Animal

Como dar banho em gatos: confira o passo a passo

Embora não precisem de banhos frequentes, é bom seguir algumas dicas para evitar confusões com seu pet durante o grande dia

Cat bath. Wet cat. Girl washes cat

Como suas lambidas são capazes de remover sujeira e gordura dos pelos, os felinos não precisam tomar banho com a mesma frequência que os cães. De vez em quando, porém, o desafio é necessário. Ana Carolina Saupe, tutora de quatro gatinhos, dá cerca de dois a três banhos por ano em cada um. Como moram em apartamento e nenhum dos gatos tem pelo longo, a funcionária pública explica que é mais fácil mantê-los limpos. Mesmo assim, antes de cada aventura, é preciso algum planejamento.

O primeiro passo é se adaptar de acordo com o comportamento do pet. “Tem gatinhos que se sentem mais confortáveis dentro da bacia, outros apenas no chão do banheiro”, explica a veterinária Tatiana Takeko, do Cantinho do Gato. É o caso de Ana, que só consegue banhar seus felinos dentro do box. “Forramos o chão com uma toalha para eles não escorregarem tanto”, diz. Ela usa o chuveirinho e conta com a ajuda da filha, que fica do lado de fora do box para passar o xampu e a toalha à mãe.

Outro fator importante para evitar qualquer tipo de estresse é acostumar o pet desde filhote com o processo. “Quanto mais adulto é o gato, mais difícil é para ele se manter calmo”, afirma Tatiana.

Como o dia do banho é praticamente um evento, é preciso seguir algumas orientações para que tudo ocorra da maneira mais tranquila possível. O Viver Bem reuniu algumas dicas da especialista no assunto, confira:

Preparativos

Separe tudo o que for utilizar durante o banho antes de o gato perceber o que vai acontecer em breve: toalhas, xampu, algodão para tampar os ouvidos e secador. Ter os utensílios à mão ajuda a manter o processo organizado. Lembre-se também de cortar as unhas do seu felino com um cortador específico no dia anterior para evitar arranhões durante a prova de fogo. Veja o vídeo:

Xampu e condicionador

O ideal é sempre usar um xampu específico para gatos, pois ele contém ingredientes que ajudam o pelo a secar mais rápido. Assim, o tempo de estresse com o secador será bem menor.

O uso do condicionador é opcional, já que depende do tipo de pelagem do seu gato. Como alguns têm o pelo oleoso, é preciso ficar atento se o creme é realmente necessário.

Temperatura da água

A temperatura deve ser quente o suficiente para um banho de humanos, portanto pode utilizar a água do chuveiro sem preocupação. Na hora de banhar o felino, utilize o chuveirinho e comece devagar, sem molhar o corpo todo ao mesmo tempo. Lembre-se também de não molhar muito a cabeça para não correr o risco de entrar água nos ouvidos, olhos e focinho. A veterinária Tatiana Takeko sugere usar uma gaze úmida para limpar a região.

Hora do secador

É praticamente impossível secar um gato completamente, mas quanto mais seco o pelo ficar depois do banho, melhor. Além de correr o risco de pegar uma gripe ou pneumonia, o bichano pode desenvolver problemas de pele, como fungos, ao ficar com o corpo úmido. Por isso, retire todo o excesso de água com uma toalha e em seguida utilize o secador – sempre com cuidado para não queimar a pele do animal.

Dicas importantes:

– Aproveite dias quentes e ensolarados: assim, os bichanos terminam de se secar completamente e correm menos risco de ficar gripados;

– Posicione uma toalha no chão do box ou da bacia. A superfície não fica tão escorregadia e pode ajudar a tranquilizar os felinos;

– A hora de dar petiscos é depois, não durante o banho. Caso contrário, em vez de comer o pet vai ficar mais estressado – e não é isso o que você quer.

via GIPHY

PUBLICIDADE