PUBLICIDADE

Animal

Não é pelo cheiro que o cachorro escolhe onde fazer xixi

Veja as dicas do Rafael Wisneski, adestrador especialista em manejo de cães e gatos da Petness, para trocar o local de ‘alívio’ dos cães em casa

(Foto: Bigstock)(Foto: Bigstock)

Engana-se quem acredita que os cachorros usam o cheiro para achar o local mais adequado para fazer as necessidades fisiológicas. Eles usam as patas. Ou, mais especificamente, o sentido do tato nas patas. A revelação foi feita pelo Rafael Wisneski, adestrador especialista em manejo de cachorros e gatos da Petness, durante a live no Facebook da Gazeta do Povo sobre adestramento animal, na manhã desta terça-feira (11).

“Pensando de um ponto de vista mais natural, onde um cão deveria fazer as suas necessidades fisiológicas se vivesse na natureza? Ele teria uma relva específica? Um gramadinho? Uma moita? Não, ele faria onde ele quisesse e se você quer que o seu animal faça as necessidades em um só local, é preciso que ele passe por um processo de aprendizagem”, explica o adestrador.

O animal sabe onde ele deve fazer o xixi (e o cocô) em função de uma associação tátil. “Ele sente que está na grama, ou um local com características que ele associe como adequado para se aliviar, através do tato. Muitas pessoas entram em contato comigo falando que o cachorro só faz xixi no tapete, mesmo levando para passear no parque. Isso porque ele associou o tapete como o local ideal, dentre os diferentes espaços da casa”, diz Rafael.

Mesmo que o cachorro seja mais velho, ou esteja acostumado a usar esses locais impróprios da casa, ainda é possível mudar o hábito. “A dica é ofertar o espaço que o tutor deseje que seja usado, como tapete higiênico, jornal, grama sintética ou tablado sanitário. O cachorro deve ter contato apenas com esses locais nos momentos em que for se aliviar. Se ele estava acostumado ao tapete da sala, não pode deixar a porta aberta para a sala”, sugere o adestrador. Deixar o pet restrito a um local não é prejudicial, desde que seja um ambiente adequado, que contenha os brinquedos e a interação que o cachorro precisa.

Veja a entrevista completa com o adestrador:

Leia mais

Não dê chocolate ao seu pet, pode ser fatal!

Como dar banho em gatos: confira o passo a passo

Nomes de comidas estão em alta para cães e gatos

PUBLICIDADE