PUBLICIDADE

Animal

Dr. Pet lembra: todo animal deve ser cuidado, mas existe um limite

Especialista em comportamento animal falou sobre filhotes e deu dicas para não mimar demais os pets

Estopinha com  o Dr. Pet. O especialista defende cuidados e mimos na medida certa para os animais. 
Foto: DivulgaçãoEstopinha com o Dr. Pet. O especialista defende cuidados e mimos na medida certa para os animais. Foto: Divulgação

Quem gosta de animais, certamente já ouviu falar no Dr. Pet, o zootecnista e psicólogo Alexandre Rossi, e a sua mascote, a Estopinha. Ele esteve em Curitiba, no HiperZoo, acompanhado de sua fiel escudeira, para falar sobre o comportamento dos filhotes. Rossi, que tem o título de especialista em comportamento animal pela Universidade de Queensland (Austrália), explicou ao Viver Bem, a diferença entre cuidar do seu animal e mimá-lo demais.

Alexandre Rossi, o Dr. Pet, falou sobre o comportamento dos filhotes para dezenas de pessoas no Hiper Zoo, em Curitiba.  Foto: Viver Bem

Alexandre Rossi, o Dr. Pet, falou sobre o comportamento dos filhotes para dezenas de pessoas no Hiper Zoo, em Curitiba.
Foto: Viver Bem

Todo animal deve ser cuidado, garante ele, mas existe um limite. “Levar um cachorro no carrinho, sendo que ele não é idoso e anda perfeitamente é mimar demais”, explica. Mesmo porque cachorro gosta de andar e correr. Outra situação é facilitar demais a vida do cachorro. Um exemplo é dar comida na boca do animal. “O cachorro precisa ter atividade, gosta de correr, cheirar, brincar. Tem que deixar ele fazer isso”, diz.

LEIA TAMBÉM 

>>> Os gatos não são tão independentes

>>> Cachorros de raça são mais frágeis

>>> Estudiosos tentam turbinar QI de cachorros

Para uma plateia lotada, ele, que já adestrou de elefantes a cangurus, explicou o comportamento dos filhotes. Um dos principais problemas é ensinar a fazer as necessidades no luar adequado. “Você tem que deixar o animal mais próximo de um banheiro. Ou seja, primeiramente, trazer o tapete higiênico para perto dele. Depois, com o tempo, você vai estendendo esse entorno até chegar à área de serviço”, explica.

Estopinha a fofa e bem educada cachorrinha do Dr. Pet.  Foto: Divulgação

Estopinha a fofa e bem educada cachorrinha do Dr. Pet.
Foto: Divulgação

Outra dica é recompensar o bichinho quando ele acertar. “E se ele fez metade no tapete e metade fora, isso é acertar”, brincou. Também vale ressaltar que é indispensável deixar um espaço grande para ele fazer o xixi ou cocô, lembrando que o comportamento de rodar antes de fazer as necessidades é comum. E sabe por quê? Alexandre explicou que esse é uma ação dos tempos ancestrais, quando os animais eram criados soltos e eles rodavam para apalpar e reconhecer o local e não se machucarem – com um galho, por exemplo.

Alexandre e a Estopinha foram as atrações deste domingo (12) na Hiper Zoo.  Foto: Viver Bem

Alexandre e a Estopinha foram as atrações deste domingo (12) na Hiper Zoo.
Foto: Viver Bem

Quem já ouviu o Dr. Pet já deve conhecer o famoso borrifador. Pois, ele também foi usado em determinado momento quando Estopinha ficou muito agitada. A técnica é borrifar água no cãozinho quando ele desobedece e precisa ser repreendido. Obviamente, com a Estopinha, funcionou.

PUBLICIDADE