PUBLICIDADE

Animal

Marca curitibana aposta em cores e design para criar produtos para pets

A linha de produtos conta com camas, bandanas, comedouros e tapetes

Caminha da marca Design de Estimação, que aposta em cor e design na criação de produtos para os bichinhos (Foto: Divulgação Design de Estimação)

Pensando em oferecer estilo e conforto para os pets, a marca curitibana Design de Estimação, lançada no final de 2015, incorpora em suas estampas elementos de moda e design para criar produtos divertidos especialmente para bichinhos de estimação.

Bandana da marca Design de Estimação (Foto: Divulgação Design de Estimação)

Bandana da marca Design de Estimação (Foto: Divulgação Design de Estimação)

“A ideia surgiu da dificuldade que tínhamos em encontrar produtos estilosos e de qualidade para os nossos cachorros, Lennon e Amelie. Unimos a paixão pelos bichos com uma vontade antiga de empreender e criamos a Design de Estimação”, conta Caroline Soares, que comanda a marca ao lado do webdesigner Lucas Faria. A Design de Estimação produz camas, bandanas, comedouros e tapetes. “Nosso objetivo é levar mais estilo e cor para os pets. Trabalhamos com estampas exclusivas e conectadas com as principais tendências da moda e do design, para quem adora esse universo”, continua a empresária.

Comedouros estão entre os produtos da marca (Foto: Divulgação Design de Estimação)

Os produtos da Design de Estimação podem ser adquiridos no site www.designdeestimacao.com.br e são entregues em todo o país. Em Curitiba, são encontrados em petshops dos shoppings Crystal e Pátio Batel.

Crescimento

Dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) dão conta de que o Brasil quase lidera o ranking dos maiores mercados pet do mundo, atrás somente dos Estados Unidos. Ainda que o perfil do consumidor seja bem variado, em comum está o amor incondicional pelos bichinhos de estimação. Tanto carinho levou o mercado a reinventar-se e tornar cada vez maior a lista de produtos exclusivos para animais nas mais diferentes áreas: alimentação, vestuário, enxoval, lazer, produtos de higiene, entre outros.

Ainda segundo a entidade, no ano de 2014 o setor pet cresceu 10% em relação ao ano anterior e atingiu um faturamento de R$ 16,7 bilhões somente no Brasil.

PUBLICIDADE