PUBLICIDADE

Animal

Com 70% dos votos, oncinha nascida em Foz do Iguaçu vai se chamar Cacau

Concurso aconteceu pelo Facebook. Filhote de onça-pintada preta nasceu em dezembro e é o primeiro caso de sucesso na reprodução em cativeiro do refúgio

Cacau e a mãe Nena. (Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional)Cacau e a mãe Nena. (Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional)

Com 70,4% dos votos, a onça-pintada preta que nasceu no Refúgio Biológico Bela Vista (RBV), da Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu, vai se chamar Cacau. Ao todo, a etapa final do concurso recebeu 28.927 votos e foi encerrada na última segunda-feira (31). A sugestão do nome vencedor veio de Ribeirão Preto (SP), de Meiriele Maria Ribeiro Minhuk.

O segundo nome mais votado, dos cinco escolhidos na primeira fase do concurso, foi Gaia, com 3.474 votos, 12% do total. Jade ficou em terceiro lugar, com 2.030 votos (7%); em quarto, Amora, com 1.873 votos (6,5%); e Bela ficou em quinto lugar, com 1.166 votos, o equivalente a 4% do total. A votação foi feita pelo Facebook.

A vencedora do concurso foi premiada com um iPhone e será a madrinha do animal. Os demais cidadãos que foram classificados para a etapa final do concurso ganharam passeios nos atrativos turísticos de Foz do Iguaçu. A solenidade de premiação vai acontecer entre 10 e 15 de agosto.

Nascimento no cativeiro

Cacau nasceu em 28 de dezembro de 2016 é a primeira oncinha nascida no refúgio. O caso é considerado raro. Seu nascimento foi a primeira reprodução da espécie no RBV, em 14 anos de tentativas. A mãe, Nena, de cor preta, tem três anos de idade e chegou ao refúgio em agosto do ano passado, doada pelo Criadouro Científico Instituto Onça-Pintada, de Goiás. O pai, a onça-pintada Valente, tem nove anos de idade e é morador antigo do RBV.

Para garantir a integridade das onças, mãe e filha ocupam o recinto nas segundas (dia fechado para visitação), quartas e quintas-feiras, sábados e domingos. Na terça-feira e sexta-feira, Valente fica no local. O revezamento garante o bem-estar da família em cativeiro, mas o macho deve permanecer separado da filha. A exemplo do que ocorre na natureza, o pai não desenvolve instintos para cuidar dos filhotes e pode machucá-los.

Fogos de artifício mataram a irmã

Na virada para 2017, os fogos de artifício do réveillon podem ter causado a morte da irmã de Cacau. A oncinha foi encontrada morta na manhã do dia 1º de janeiro. Segundo o médico veterinário do refúgio, Wanderlei de Moraes, a morte pode ter sido por um sufocamento acidental causado pela mãe ao se deitar sobre os filhotes na tentativa de protegê-los do barulho dos rojões.

SERVIÇO
Refúgio Biológico Bela Vista – Foz do Iguaçu
Aberto para visitação de terça-feira a domingo, em seis horários: 8h30, 9h30, 10h30, 13h30, 14h30 e 15h30. A duração do passeio é de aproximadamente duas horas e meia.
Mais informações e reservas aqui ou pelos telefones 0800 645 4645 e (45) 3529-2892.

LEIA TAMBÉM

>> O maior roedor do mundo é também um dos mais simpáticos moradores de Curitiba

>> Cartórios do Paraná vão emitir registro de nascimento a animais de estimação

>> Passa longe do quero-quero? Veja os mitos e verdades sobre essa “temida” ave

PUBLICIDADE