PUBLICIDADE

Animal

Cachorros ajudam mulheres a manter a saúde durante a gravidez

Mulheres grávidas e animais de estimação podem conviver muito bem durante todo o período de espera do bebê. Há pesquisas que indicam,…

Por saírem passear todos os dias, os cães ajudam as mulheres grávidas a manterem a saúde durante a gestação (Foto: Bigstock)Por saírem passear todos os dias, os cães ajudam as mulheres grávidas a manterem a saúde durante a gestação (Foto: Bigstock)

Mulheres grávidas e animais de estimação podem conviver muito bem durante todo o período de espera do bebê. Há pesquisas que indicam, inclusive, que boa parte das gestantes que têm cães em casa acabam fazendo mais atividades físicas durante o período de gravidez, justamente por causa dos passeios diários com o animal. Isso implica, também, em um menor ganho de peso para a futura mamãe.

Os cuidados com a saúde do animal, independentemente da espécie, e a manutenção dos hábitos de higiene fazem a diferença para que essa relação seja sempre saudável. Confira as sugestões do Viver Bem:

Limpeza

O principal cuidado deve ser na hora de recolher e limpar a urina ou as fezes do animal de estimação. A gestante deve evitar essa função. Caso isso não seja possível, deve usar luvas descartáveis e higienizar muito bem as mãos.

Brincadeiras

Grávidas que têm cães de portes médio ou grande devem cuidar com as “brincadeiras” do animal para não se machucar, principalmente depois de um tempo sem vê-lo.

Toxoplasmose

Durante o pré-natal, um dos exames que deve ser solicitado pelo médico é um exame de sangue para descobrir se a gestante já teve contato com a toxoplasmose. Caso o resultado seja negativo, deve-se redobrar os cuidados com a higiene do animal. Gestantes que têm gatos em casa não devem entrar em contato com as fezes e os dejetos do animal devem ser descartados diariamente para evitar a contaminação do ambiente.

Transmissão de doenças

A simples presença de gatos não faz a gestante ou qualquer outra pessoa contrair toxoplasmose – que realmente é uma doença bem preocupante durante a gestação. A toxoplasmose é transmitida através de um parasita presente nas fezes do gato, mas também há outras formas de contaminação, como a carne contaminada mal cozida.

Riscos

Muitas pessoas têm ou já tiveram toxoplasmose e não ficaram sabendo, porque não apresentaram sintomas. O problema é a mulher ser infectada pela primeira vez durante a gestação. Nestes casos, há um grande risco de a doença passar para o bebê, causando danos como catarata, hidrocefalia, entre outras má-formações congênitas.

Hamsters

Gestantes que têm roedores como o hamster não devem fazer a limpeza das gaiolas durante a gravidez. Nesses bichos, o risco está no vírus Lymphocytic choriomeningitis presente na urina do animal e que também pode provocar doenças congênitas no bebê.

“Infelizmente o grande mito que existe ainda hoje é o de que a mulher precisa ‘se livrar’ dos animais de estimação quando engravida”, explica Wagner Barbosa Dias, ginecologista e obstetra.

Fonte: Wagner Barbosa Dias, ginecologista e obstetra.

LEIA TAMBÉM

>>> Cadela é flagrada “furtando” pote de ração em farmácia em Maringá

>>> Como tirar o cheiro do animal de estimação de casa?

>>> Brinquedos funcionais ajudam cães e gatos a se sentirem menos sozinhos

PUBLICIDADE