PUBLICIDADE

Comportamento

Dia das mães inusitado leva mulheres ao parque para relaxar e refletir

O evento, gratuito, ocorreu no Jardim Botânico e teve aula de yoga, maquiagem e café da manhã

Foto: Gerson Klaina / Gazeta do PovoFoto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

O domingo (14) de Dia das Mães começou de um jeito diferente para algumas mulheres, com direito a aula de yoga, tratamento de beleza e café da manhã no Jardim Botânico. O evento, organizado pelo Instituto “A Tenda”, foi gratuito e reuniu mães, filhas e avós para celebrar a maternidade.

A idealizadora do projeto, Claudia Pacheco, 29, conta que o objetivo da comemoração foi sair da experiência tradicional, em que as famílias se reúnem, em geral, apenas durante o almoço. “Queríamos que as mães tivessem um momento especial para elas”, conta. Carla também comemora seu primeiro Dia das Mães; Joaquim, seu filho, tem apenas 30 dias de vida.

Cláudia Pacheco (29) com o filho, Joaquim, e a mãe, Eva Pacheco (59). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Claudia Pacheco (29) com o filho, Joaquim, e a mãe, Eva Pacheco (59). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Entre as participantes do evento, estavam três gerações de uma família. Leocádia Machado, 73 anos, passou a manhã com a filha, Eunice da Graça Paris, 53, e a neta, Amanda Paula Paris, 22. Para as três, o domingo não poderia ter sido mais especial. “A gente acaba esquecendo de valorizar alguns momentos na correria do dia a dia então essa é uma oportunidade para ficarmos juntas”, diz a neta. A avó, emocionada, completa: “a maior alegria que eu tenho é sair com elas.”

Três gerações reunidas: Amanda Paula Paris (22), Eunice da Graça Paris (53) e Leocádia Machado (73). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Três gerações reunidas: Amanda Paula Paris (22), Eunice da Graça Paris (53) e Leocádia Machado (73). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Luciana Helena Souza, 45, também quis sair da rotina tradicional do Dia das Mães este ano. Ela e as três filhas, Juliana (28), Fernanda (25) e Renata (19), decidiram viver uma experiência mais intimista. “Hoje eu pedi um dia das mães só com as minhas filhas e o dia já começou muito bem. Depois, quero compartilhar algumas ideias que ainda não tive a oportunidade de contá-las. Não temos nada definido para hoje e isso é bom”, conta.

Da esquerda para a direita: Juliana (28), Renata (19), a mãe Luciana Helena Souza (45) e Fernanda (25). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Da esquerda para a direita: Juliana (28), Renata (19), a mãe Luciana Helena Souza (45) e Fernanda (25). Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Após realizarem uma aula de yoga e ganharem uma maquiagem, mães, filhas e avós celebraram um café da manhã.

No evento, as mulheres foram maquiadas após a aula de yoga. Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

Foto: Gerson Klaina / Gazeta do Povo

O Instituto “A Tenda”, inaugurado em fevereiro deste ano, surgiu a partir de um trabalho social realizado na Penitenciária Feminina do Paraná. “Percebi que existia uma necessidade de as mulheres encontrarem sua própria identidade, sem seguir padrões. Por isso, tive a ideia de abrir um lugar especialmente focado no feminino, com cursos e terapias holísticas”, explica Claudia.

SERVIÇO

Instituto A Tenda, fone (41) 99612-9588.

LEIA TAMBÉM

As dores e as delícias de ser mãe nas diferentes fases dos filhos

Após um mês na UTI, gêmeos vão passar o Dia das Mães em casa

Por que o Dia das Mães é comemorado em maio?

PUBLICIDADE