PUBLICIDADE

Moda e beleza

Acerte no look de trabalho

A roupa certa no ambiente profissional ajuda a passar uma imagem mais segura e competente. Headhunters e consultores dão dicas de como usar a moda a seu favor e ganhar pontos no trabalho

Difícil não reparar numa colega de trabalho que chega na sala de reuniões com um grande decote ou um vestido muito curto e justo. Ou, ainda, naquele jovem executivo que parece ter caído da cama e resolveu colocar a calça jeans mais velha do armário.

Segundo especialistas, esses “descuidos” podem tirar o brilho de uma carreira e minar futuras pretensões profissionais. “A pessoa desleixada com sua aparência também passa a imagem de ser descuidada com suas tarefas”, afirma Aristides Girardi, CEO da empresa Starhunter Executive Search.


Alexandra Scotti e Mariluci Brambilla procuraram uma consultoria profissional para adaptar o visual ao ambiente de trabalho. Ambas queriam mostrar seriedade e elegância na hora de atender um cliente

A palavra de ordem, na realidade, é equilíbrio. Ou seja, a roupa certa mostra sofisticação e bom gosto, mas também é preciso manter um pouco da personalidade, pois só sendo autêntico é possível ter uma atitude segura. “O estilo pessoal deve ser impresso, de forma sutil, na roupa usada no ambiente de trabalho, através de um acabamento diferenciado, um acessório bem escolhido”, indica a consultora de imagem e personal stylist Patrícia Nerbass.

É preciso, no entanto, cuidado na administração do guarda-roupas. Muitas peças podem transitar entre diversas ocasiões, mas o ideal é ter roupas específicas para trabalhar. Segundo a consultora de imagem Aline Dala Valle, o ideal é comprar peças básicas que combinem entre si e investir em acessórios para não repetir o look.

“É fundamental ainda ter atenção com o estado de conservação das peças. Bolinhas, furos e manchas chamam muita atenção e prejudicam a imagem”, acrescenta ela.

Na prática

A designer de interiores Mariluci Brambilla contou com a consultoria de Patrícia Nerbass para adaptar o visual ao ambiente de trabalho. “A roupa é um cartão de visitas. Para mostrar seriedade e elegância na hora de atender um cliente, precisei deixar a calça jeans um pouco de lado e substituir por calças de alfaiataria e casacos em tecidos mais sofisticados”, afirma.

A cantora e atriz Alexandra Scotti, que também buscou as orientações de Patrícia, completa: “A roupa reflete muito a personalidade e atitude.O look ajuda a compor a imagem que se quer passar”.

Deslizes

É preciso atenção para evitar alguns deslizes que podem enfraquecer a imagem perante os colegas e o chefe.

Usar acessórios muito chamativos, peças com cores ou estampas extravagantes, causa uma péssima impressão, pois a discrição é a regra básica.

Outros cuidados com a aparência não po­­dem ser deixados de lado, co­­mo uma boa conservação dos sa­­pa­­tos, que devem estar sempre limpos e engraxados e nunca exagerar no perfume, sinal de extravagância.

Cabelos limpos e penteados, unhas bem feitas e uma pele limpa também são indispensáveis em qualquer apresentação.

Confira algumas sugestões de looks – entre clássicos, informais e fashion – para não errar no ambiente de trabalho:

Clássicos

Foto 1

Para os executivos, um bom terno ou costume é o traje básico para o ambiente de trabalho. As cores escuras como o azul marinho e o grafite são as mais indicadas, mas o preto risca de giz ou com texturas também são boas opções. Os paletós com dois botões são mais modernos e alongam a silhueta. A camisa pode ser colorida em tom claro e a gravata deve ser dois tons mais escura. Sapato preto e pasta completam o clássico. Costume VR (R$ 1.290), gravata e camisa também da VR (R$ 149 e R$ 179, respectivamente). Sapato Aramis (R$ 399), pasta e relógio Natan (R$ 2 mil e R$ 1,5 mil, respectivamente).

Foto 2

O terninho básico é um conjunto que pode ser usado por todas as mulheres. A grande vantagem é que as peças podem ser desmembradas e usadas separadamente. A calça fica bem com camisas e outros casacos e o blazer fica ótimo com saias. A camisa branca é outro clássico, nesta versão com babados valoriza o colo sem ter decote. O sapato fechado completa o visual e finaliza o look com um pouco de cor. Spencer e calça Le Lis Blanc (R$ 579 e R$ 339, respectivamente). Camisa também Le Lis Blanc (R$ 225,50) e sapato Lvtèce (R$ 388).

Foto 3

Uma boa variação para o terninho é o tailleur, um clássico mais feminino. É importante prestar atenção à altura da saia, que não deve ser nem curta nem comprida, muito menos ficar muito justa e desconfortável. As peças também podem ser desmembradas e usadas para compor outros visuais. O sapato preto completa a produção. Spencer e saia Cori (R$ 590 e R$ 350, respectivamente). Sapato Red Shoes (R$ 269) e brincos de ouro amarelo e ônix Natan (R$ 5.650).

Informal

Foto 4

Em empresas mais informais e para quem ocupa cargos que não exijam tanta seriedade, a gravata e o paletó podem sair de cena, mas a elegância deve continuar. A calça alfaiataria preta e a camisa azul de manga longa dobrada trazem modernidade e praticidade ao visual, que é finalizado com sapato preto. Calça Richards (R$ 320) e camisa Kevinston (R$ 199,90). Sapato Aramis (R$ 399) e relógio Natan aço chrono (R$ 1,6 mil).

Foto 5

A calça jeans também pode ir ao escritório. Para as mulheres, uma camisa de seda com um corte diferente e detalhes na manga acrescenta elegância ao look, finalizado com sapato básico preto, de salto, e acessórios como colares e brincos que fazem toda a diferença. Calça jeans Saad (R$ 755) e camisa também Saad (R$ 1.142). Sapato Red Shoes (R$ 269). Gargantilha ouro rosa com bola pavê brilhantes negros (R$ 18.425) e brincos de ouro amarelo e ônix (R$ 5.650) da Natan.

Fashion

Foto 6

Quem trabalha em áreas mais ligadas à inovação e criatividade pode ousar um pouco mais nas peças. Para os homens, a dupla camisa e gravata ganham modernidade com o cardigã e a calça jeans. Para completar, um sapatênis preto em couro garante a sofisticação. Calça jeans Gant (R$ 416), camisa e gravata Richards (R$ 260 e R$ 169, respectivamente). Cardigã Aramis (R$ 309) e sapatênis também Aramis (R$ 349).

Foto 7

As mulheres podem optar por peças mais fashion, mas sem deixar a elegância e discrição de lado. A camisa com detalhes em dourado faz boa dupla com a calça. A sandália mais fechada e discreta completa o visual. Calça e cinto Lvtèce (R$ 379 e R$ 219, respectivamente). Camisa também Lvtèce (R$ 199), sandália Saad(R$ 1.074) e anel ouro rosa Natan (R$ 19.380).

Serviço:

Fotos: Larissa Tanaka e Giuliana Nunez, da Pix Photo. Fone: (41) 3323-6513. Site: www.pixphoto.com.br.

Produção: Leandro Moura.

Telefone: (41) 9927-5173.

Modelos: Felipe Brudzinski e Cris Lauersdorf, da JOY Model Management Curitiba.

Fone: (41) 9649-2155.

Site: www.joymodelmanagement.com.

Beleza: Carol Capellini (maquiagem), Priscila Letierri e Jéssica Machado (cabelos) do Jacques Janine Telefone: (41) 3244-0021

Site: www.jacquesjaninecuritiba.com.br.

Lojas:

SAAD. Shopping Crystal. Fone: (41) 3232-0852. Le Lis Blanc. ParkShoppingBarigüi. Fone: (41) 3317-6323. Shopping Mueller. Fone: (41) 3224-2596. Shopping Crystal. Fone: (41) 3027-5554. Richards. Shopping Crystal Plaza. Fone: (41) 3222-5496. Gant Store. Shopping Crystal Plaza. Fone: (41) 3039-4336. Kevingston House. ParkShoppingBarigüi. Fone: (41) 3317-6770. Aramis Menswear. ParkShoppingBarigüi. Fone: (41) 3317-6676. Shopping Mueller. Fone: (41) 3016- 0333. VR Menswear.Shopping Crystal. Fone: (41) 3323-5800. Cori. Shopping Crystal. Fone: (41) 3323-7875. LVTÈCE femme. Avenida Augusto Stresser, 1.472. Fone: (41) 3262-0033. Red Shoes. Rua Dom Pedro II, 307. Fone: (41) 3222-5021. Natan. Shopping Crystal Plaza. Fone: (41) 3322-8588.

PUBLICIDADE
array(6) { [0]=> string(5) "http:" [1]=> string(0) "" [2]=> string(23) "www.gazetadopovo.com.br" [3]=> string(9) "viver-bem" [4]=> string(13) "moda-e-beleza" [5]=> string(26) "acerte-no-look-de-trabalho" }