PUBLICIDADE

Saúde e Bem-Estar

5 dicas para não abandonar os exercícios físicos no frio

Mesmo com o frio voltando à capital paranaense, o inverno não é motivo para abandonar as atividades físicas

(Foto: Bigstock)(Foto: Bigstock)

O frio tira a motivação para ir à academia ou correr no parque e, pior, aumenta a vontade de comer alimentos mais calóricos. Engordar no inverno e ceder à tentação de cair no sedentarismo, portanto, não é uma realidade incomum, mas algumas dicas podem ajudar a tirá-lo de casa e jogá-lo na esteira.

Confira 5 sugestões do Viver Bem para incorporar o hábito do exercício físico mesmo no inverno de Curitiba:

1. Troque o horário do exercício

Prefira realizar a atividade nas horas mais quentes do dia, como no final da manhã ou início da tarde. Se você tem o hábito de se exercitar cedo pela manhã, mas sente dificuldade de acordar cedo no inverno, pode funcionar mudar o horário dos exercícios para um horário em que você se sentir mais disposto. Assim a vontade de abandonar tudo diminui.

2. Reforce a sua meta

Ter um foco bem definido ajuda a não perder o pique e manter a rotina de exercícios mesmo nos dias mais frios. Vale tudo: emagrecer para uma viagem, melhorar a qualidade de vida e o condicionamento físico ou dormir melhor, por exemplo. O importante é sempre pensar nos benefícios.

3. Chame uma companhia

Uma das estratégias para se livrar da preguiça é combinar de se exercitar acompanhado de um amigo. A companhia e o compromisso firmado com outra pessoa são motivações a mais nas horas em que bate a preguiça.

4. Conheça modalidades diferentes

Boas opções para quem não gosta ou já enjoou da academia são os exercícios “disfarçados”, como danças e lutas, por exemplo. Hoje em dia existem modalidades que antes eram restritas aos mais novos, como o balé, que agora tem a versão para adultos.

5. Não passe frio!

Vista mais roupas, mesmo que você perca um pouco da mobilidade no início. Depois, é só ir tirando algumas peças. Entretanto, se estiver em ambiente frio, é importante manter-se agasalhado.

LEIA TAMBÉM

>>> Hospitais de Curitiba buscam diabéticos para estudos de novos tratamentos

>>> Viciados em omeprazol estão na mira dos médicos; efeitos colaterais preocupam

>>> Xixi na cama? Veja até que idade isso é comum 

PUBLICIDADE