PUBLICIDADE

Saúde e Bem-Estar

Dieta vegetariana emagrece duas vezes mais do que as tradicionais, diz estudo

A dieta vegetariana seguida pelos participantes do estudo foi composta principalmente de frutas, grãos, vegetais e nozes. Iogurte desnatado foi o único produto de origem animal consumido

Foto: BigstockFoto: Bigstock

Seguir uma dieta vegetariana reduz até duas vezes mais o peso corporal em relação às dietas de baixa calorias tradicionais, de acordo com um novo estudo, publicado pela revista científica Journal of the American College of Nutrition, no início de junho. Embora envolva poucos participantes, a pesquisa mostrou ainda que a dieta vegetariana também acelera mais o metabolismo e reduz a gordura corporal, em comparação às demais dietas.

A pesquisa analisou 74 participantes com diabetes tipo 2, que eram divididos em dois grupos: quem seguiu uma dieta vegetariana, composta principalmente de frutas, grãos, vegetais e nozes, sendo que o único produto de origem animal era um iogurte desnatado, por dia; e quem seguiu uma dieta de baixa caloria tradicional, que não impactava na doença crônica. O estudo acompanhou os participantes durante seis meses e a ideia inicial era ver o impacto dessas dietas na saúde dos diabéticos.

A média de peso perdido por quem estava na dieta vegetariana foi de 6,2 kg. Os participantes do outro grupo perderam, em média, 3,2 kg. Outra mudança percebida pelos pesquisadores foi que ambas as dietas reduziram a gordura subcutânea, embora mais gordura muscular tenha sido perdida por quem seguiu a vegetariana.

“A dieta vegetariana provou ser a mais efetiva para a perda de peso. Nós mostramos que uma dieta vegetariana é mais efetiva na redução da gordura e, portanto, acelera o metabolismo. Esse achado é importante para quem está tentando perder peso, inclusive quem sofre de síndrome metabólica ou diabetes tipo 2. Mas é também relevante a todos que queiram cuidar do peso corporal e manter-se saudáveis”, diz em comunicado Hana Kahleová, diretora de pesquisa clínica do Comitê Médica para Medicina Responsável em Washington, Estados Unidos, e autora principal do estudo.

LEIA TAMBÉM

>>> Confira as 4 dietas mais fáceis de seguir em 2017

>>> Bebês podem ter uma dieta vegetariana?

>>> Mitos e verdades sobre o vegetarianismo

PUBLICIDADE