PUBLICIDADE

Comportamento

Brincadeiras ao ar livre

Fizemos uma lista de atividades para a criançada aproveitar ao máximo o quintal, o parque ou a praia – como na nossa época

Amiga árvore:
Que tal ensinar as crianças a subir na árvore? Para Marynelma, a atividade estimula a concentração, queima energia e pode até resgatar a infância dos pais. Se as crianças forem ainda muito pequenas (menores de 6 anos), vale brincar com as folhas, as pedrinhas e os galhos das árvores usando ,a imaginação.Amiga árvore: Que tal ensinar as crianças a subir na árvore? Para Marynelma, a atividade estimula a concentração, queima energia e pode até resgatar a infância dos pais. Se as crianças forem ainda muito pequenas (menores de 6 anos), vale brincar com as folhas, as pedrinhas e os galhos das árvores usando ,a imaginação.

Quem soube aproveitar a meninice subindo em árvores, brincando na rua, pulando em troncos, sujando o pé na lama, sempre tem bons momentos para recordar. A infância décadas atrás parecia (e era) muito mais tranquila e saudável.

De acordo com a coordenadora do grupo de pesquisa Educa Movimento, vinculado ao Nepie (Núcleo de Estudo de Pesquisas Sobre a Infância e Educação Infantil da UFPR), Marynelma Garanhani, estudos indicam que brincar em contato com a natureza traz diversos benefícios, inclusive para a saúde das crianças. “Elas ficam mais calmas, centradas, não se tornam adultos ansiosos. A criança que tem mais contato com a natureza não tem distúrbios alimentares, como a obesidade infantil”, garante a especialista.

Além dos clássicos pega-pega, mãe-cola e pique-bandeira, ainda há várias outras brincadeiras que podem ser feitas ao ar livre. De acordo com o coordenador adjunto do curso de Educação Física da PUC, Rafael Kanitz Braga, os jogos de corrida variada são fáceis, e a partir de duas pessoas já é possível brincar. Para explorar melhor o quintal, o parque e a praia, selecionamos sete brincadeiras e atividades para você aproveitar as férias com as crianças.

Cinco Marias: Feita com cinco saquinhos de areia, ou mesmo com pedrinhas, a brincadeira consiste em jogar cada saquinho para cima, pegar um dos que estão no chão, e pegar novamente o que está no ar sem deixá-lo cair. É uma brincadeira antiga, mas bastante divertida.

Saquinhos. Foto: Big Stock 

Cinco Marias
Feita com cinco saquinhos de areia, ou mesmo com pedrinhas, a brincadeira consiste em jogar cada saquinho para cima, pegar um dos que estão no chão, e pegar novamente o que está no ar sem deixá-lo cair. É uma brincadeira antiga, mas bastante divertida.

Piquenique no parque: Outra sugestão da profissional é o piquenique. Um fim de semana de sol e uma cesta de guloseimas já garantem um bom programa. “Deixe as crianças descalças na grama. Dá para levar bola, corda, deixá-los mais soltos”, sugere a especialista. Aproveite para ensinar brincadeiras antigas aos pequenos.

Piquenique. Foto: Big Stock

Piquenique no parque
Outra sugestão da profissional é o piquenique. Um fim de semana de sol e uma cesta de guloseimas já garantem um bom programa. “Deixe as crianças descalças na grama. Dá para levar bola, corda, deixá-los mais soltos”, sugere a especialista. Aproveite para ensinar brincadeiras antigas aos pequenos.

Corrida das setas: Essa brincadeira envolve vários participantes. Forme duas equipes: uma vai espalhar as setas, e a outra vai procurar. A ideia é que a equipe com as setas as distribua pelo lugar, criando dois caminhos. “Um deles será o correto e o outro não terá sentido”, explica Rafael Braga. A outra equipe deve seguir as setas corretas e encontrar a outra equipe, que estará escondida no final do caminho correspondente.

Brincadeira. Foto: Big Stock

Corrida das setas
Essa brincadeira envolve vários participantes. Forme duas equipes: uma vai espalhar as setas, e a outra vai procurar. A ideia é que a equipe com as setas as distribua pelo lugar, criando dois caminhos. “Um deles será o correto e o outro não terá sentido”, explica Rafael Braga. A outra equipe deve seguir as setas corretas e encontrar a outra equipe, que estará escondida no final do caminho correspondente.

Explorando o jardim: Ensinar a criança pequena a cuidar do jardim, regando as plantas, retirando as folhas e flores secas, pode ser um ótimo entretenimento. De acordo com Marynelma, fazer comidinhas com barro, usando água e argila, desenvolve a criatividade e o contato com a natureza.:“Fazer uma hortinha, plantar feijão, tudo isso ajuda”.

Regando as plantas. Foto: Big Stock

Explorando o jardim
Ensinar a criança pequena a cuidar do jardim, regando as plantas, retirando as folhas e flores secas, pode ser um ótimo entretenimento. De acordo com Marynelma, fazer comidinhas com barro, usando água e argila, desenvolve a criatividade e o contato com a natureza.:“Fazer uma hortinha, plantar feijão, tudo isso ajuda”.

Brincadeiras com água. Foto: Big Stock

Barquinho de papel. Foto: Big Stock

Brincadeiras com água
Aproveite os dias quentes para deixar as crianças brincarem com água. Se forem pequenos, um barquinho de papel em uma piscina pequena já é uma aventura. Para os maiores, o futebol de sabão é bastante divertido. “Basta um espaço ao ar livre, uma lona grande, água e sabão”, descreve o coordenador de Educação Física da PUC. Forme duas equipes e deixe as crianças se divertirem.

Circuito de atividades. Foto: Big Stock

Diversos obstáculos. Foto: Big Stock

Circuito de atividades

O circuito de atividades, em que o objetivo é desviar dos obstáculos e cumprir tarefas é uma outra ideia: “Use a imaginação e conte uma história para as crianças, algo como o ursinho de pelúcia que precisa ser resgatado na floresta”, sugere Rafael Braga. Dá para usar corda, tábuas de madeira, pneus, bambolês, bolas, garrafas e uma série de coisas que se pode ter em casa.

PUBLICIDADE