PUBLICIDADE

Filhos

Brincadeiras para aproveitar o feriado com as crianças

Essa matéria foi feita pra ser colocada em prática. Portanto, leia e vá brincar!

Children Playing With Wooden Toys

É possível aproveitar o feriado com muita diversão mesmo dentro de casa. (Foto: BigStock)

O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida deve ser de chuva em todo o Paraná, por isso, o Viver Bem preparou algumas dicas de brincadeiras para você aproveitar os dias de descanso com muita diversão ao lado das crianças. Ah! E se o sol não sair mesmo, arrisque fazer algumas das brincadeiras na garagem ou em outro cômodo da casa.

Grace Barbosa, autora do blog Mãezíssima, sugere às famílias o resgate de brincadeiras antigas.  “Propor alternativas de construção de conhecimento, que transpassem o uso exclusivo da tecnologia, como participar de atividades e programações culturais e artísticas pode ser uma boa opção”, segundo a bailarina Luciana Varaschin, que mantém Muralzinho de Ideias justamente com a proposta de disponibilizar um conteúdo com dicas de programas e atividades culturais e artísticas para os pequenos, em Curitiba..

Grace Barbosa e Luciana Varaschin sugerem algumas atividades:

Fuja das brincadeiras prontas e aventure-se na produção de brinquedos. Que tal construir uma pipa com seu filho e ir soltá-la no parque ou na rua?

Se você mora em apartamento, inclua pelo menos uma hora de brincadeiras ao ar livre. Mas nesse dia não vale shopping! Uma volta na praça ou nos inúmeros parques da cidade rendem bons momentos;

Determine um tempo máximo para algumas atividades. Não ultrapasse 40 minutos em frente à tevê, pois sem gastar energia a criança pode ficar mais agitada;

Reúna as mães do seu condomínio ou da sua rua e chame uma animadora de festa para passar a tarde com a criançada. Prepare uma mesa de lanches e participe das brincadeiras;

Cineminha, jogos e esportes são bem mais divertidos em grupo;

Atividades culinárias sempre fazem sucesso. Mas atenção: vá para a cozinha com tempo e paciência para ensinar os pequenos e limpar a bagunça depois. Aliás, deixar a criança participar dos afazeres e mostrar interesse na ajuda deles é um aprendizado e tanto para as crianças;

Convidar amigos, sempre fazendo um rodízio dos mesmos, pode manter seus filhos ocupados por todo o período de férias. Quem sabe propor que fiquem para dormir para fazerem uma noite do pijama? Concurso de piadas e da brincadeira “o que é, o que é” pode render momentos bem agradáveis;

Os shoppings sempre são uma boa opção de entretenimento. Lanche, cinema, fliperama e leitura… dá para fazer muita coisa por lá. Muitas livrarias agendam momentos de contação de histórias, com fantoches, livros atrativos e até personagens caracterizados. Veja a programação especial de dia das crianças aqui.

Mais dicas (se o sol não sair, aposte na garagem ou em outro cômodo coberto!)

Amarelinha

Com giz ou fita adesiva, desenhe a amarelinha. A primeira criança vai para o início do diagrama e de lá atira a pedrinha no número 1. Sem colocar o pé nessa casa, ela atravessa o diagrama ora pulando com os dois pés, quando tiver uma casa ao lado da outra, e ora com um pé só. Quando chegar à outra extremidade, faz o percurso oposto e volta para apanhar a pedra, sem pisar na casa em que ela está, repetindo o mesmo procedimento até que percorra todas as casas. A criança não pode pisar ou jogar a pedra na risca, nem atirá-la fora do diagrama. Se isso acontecer, ela perde a vez. Vence quem completar primeiro o percurso.

Cinco Marias

Cinco saquinhos de areia, ou pedrinhas, cuja brincadeira consiste em jogar cada saquinho para cima, pegar um dos que estão no chão, e pegar novamente o que está no ar sem deixá-lo cair.

Circuito divertido

Faça um circuito para que as crianças desviem os obstáculos e cumpra tarefas, a partir de uma história, como a de um ursinho de pelúcia que precisa ser resgatado na floresta. Dá para usar corda, tábuas de madeira, pneus, bambolês, bolas, garrafas e o que tiver em casa.

Corrida das setas

Uma equipe espalha as setas, a outra procura: crie dois caminhos, um correto, outro sem sentido. Siga as setas corretas para encontrar a outra equipe, que estará escondida no final do caminho certo.

Dança das cadeiras

Faça um círculo de cadeiras com a parte do assento voltada para fora. As cadeiras devem ser sempre em número menor do que o de participantes. As crianças ficam andando em torno das cadeiras, ao som de uma música. Quando a música parar, todos devem tentar se sentar em uma das cadeiras. Como há menos cadeiras do que participantes, alguém vai ficar em pé e será eliminado da rodada. A cada rodada retira-se uma cadeira e repete-se o mesmo processo sucessivamente, até ter dois participantes e uma cadeira. O que conseguir sentar nesta cadeira, vence!

Estátua

Todos os jogadores fazem um círculo e um fica como mestre, controlando o som do rádio. Quando o mestre quiser ele abaixa o volume e diz “estátua”! Os jogadores devem ficar em posição de estátua, sem se mexer e o mestre vai tentar fazer caretas e brincadeiras para ver quem se mexe primeiro. Não vale fazer cócegas. Quem se mexer ou rir espera, sai da brincadeira e espera até que sobre somente um para reinicia. Quem resistir às caretas será declarado o vencedor e assume a posição de mestre.

Jogos de mãos

Brincadeiras que têm o bater de mãos como o principal desafio. Geralmente, seguem o ritmo de versos que são ditos ou cantados pelas crianças. Entre esse tipo estão china-lá, Popeye e adoleta.

Pega-pegas

Ganha quem pegar os outros, ou quem não for alcançado: vale mãe cola, balança caixão, polícia e ladrão e mãe polenta (quem pega a pergunta “Onde foi parar a polenta?” tem que pegar os outros, que fogem imediatamente colocando a culpa no gato.

Jogos de bafo (disputa de figurinhas), pular corda, elástico, cabra cega (com olhos vendados, a criança tem de tocar nos outros), batata quente (passar um objeto enquanto toca uma música). Jogos de tabuleiro, batatinha frita um, dois, três, xadrez, ludo, baralhos, queimada e alerta; escravos de Jó, brincadeiras de roda, bets, elástico, bolinha de gude, caçador, vôlei, futebol, esconde-esconde e pé de lata, jogos matemáticos; dominó de letras ou de números e baralhos de animais e repetição e stop de palavras são outras dicas legais.

PUBLICIDADE