PUBLICIDADE

Mais idade

Vida de modelo: Sônia arrasa aos 63 anos

Mercado publicitário valoriza cada vez mais modelos da terceira idade

Sonia Kaskanlian, 63 anos: a profissão é um estímulo a mais para uma vida saudável e ativa. Foto: DivulgaçãoSonia Kaskanlian, 63 anos: a profissão é um estímulo a mais para uma vida saudável e ativa. Foto: Divulgação

Basta um clique para que Sonia Kaskanlian, 63 anos, comece a caprichar na pose. Acostumada com as lentes, a sofisticação da mulher de 1,70 metro e manequim 40 faz dela uma modelo bastante requisitada pelo mercado publicitário. E o principal: ela é exemplo de autenticidade, tudo o que uma modelo da terceira idade precisa para fazer sucesso.

LEIA TAMBÉM

>>>Rainha responde aos “Parabéns” da forma mais moderna possível

>>>Aprenda a escolher o melhor iogurte. Veja as dicas!

>>>Azul terá novos voos de Curitiba para Foz, Maringá e Campinas

“Não existe restrição de idade e nem sempre se trata de beleza, mas de boa aparência e fotogenia. Desenvoltura e naturalidade com a câmera, seja em vídeo ou foto, também são requisitos importantes”, avalia Junior Mendes, head booker da agência de modelos Take Agency. Hoje, o casting da empresa conta com sete mulheres e seis homens, sem definição de idade máxima para desempenhar a profissão.

Sonia Kaskanlian, 63 anos: a profissão é um estímulo a mais para uma vida saudável e ativa. Foto: Divulgação

Sonia Kaskanlian pronta para o início da sessão de fotos para uma nova campanha.

Segundo Mendes, todos os segmentos de mercado podem contar com modelos mais velhos para representar seus produtos e serviços em peças publicitárias e na televisão. “Contudo, geralmente se trata de composições familiares nos comerciais, com pai, mãe, filhos e avós”, explica o profissional.

Estímulo

O portfólio de Sonia, que é agenciada pela Bravo Model, foge um pouco do padrão geral. Desde que “modela”, ela já emprestou sua imagem para campanhas de moda, revistas e workshops, tal como qualquer outra profissional na casa dos 20 anos. “A profissão faz com que eu me sinta cada vez mais jovem, até porque ela exige que eu tenha uma vida realmente saudável e ativa. Ou seja, atividades como esportes e dança fazem parte da minha rotina”, conta.

E a demanda não para de crescer. “Estamos sempre em busca de novos talentos da terceira idade. As pessoas, em geral, não imaginam que podem trabalhar como modelos após os 30 anos, então não costumam procurar uma agência. E o mais curioso é que, depois de agenciados, o trabalho desempenhado por estes profissionais é muito mais do que uma fonte de renda extra, funcionando também como um hobby e uma terapia”, avalia Mendes.

Modelo da Take Agency, Celso Moreira tem 62 anos. Foto: Divulgação

Modelo da Take Agency, Celso Moreira tem 62 anos. Foto: Divulgação

No casting, só beleza madura

O sonho de ser modelo na juventude foi o que impulsionou a empresária e modelo Maria Rosa von Horn, de 58 anos, a investir na profissão na maturidade. “Não consegui concretizar meu sonho quando era mais nova porque não era uma atividade muito bem vista. Ao me deparar com a maturidade, e com mais tempo para mim mesma, resolvi arregaçar as mangas, fiz um curso e me tornei profissional. Percebendo a quantidade de mulheres que estavam muito bem com a chegada da idade, criei a Fiftymodels, que hoje é um sucesso”, conta.

A agência atua exclusivamente com mulheres acima de 45 anos. Os requisitos? Pele, cabelos e dentes bonitos e bem tratados. E alguns anos na conta, claro. Segundo Maria Rosa, quanto mais velha, mais chances de conseguir trabalhos. Com 25 modelos no casting, a agência conta com clientes dos mais variados segmentos, que vão de agências de publicidade a gigantes do setor de beleza e cosméticos. “Muitas modelos também fazem pontas em comerciais, figurações, curtas-metragens e desfiles”, salienta a empresária.

SERVIÇO
Take Agency, www.takeagency.com.br. Fiftymodels, www.fiftymodels.com.br. Bravo Model, www.bravomodel.com.br.

PUBLICIDADE