PUBLICIDADE

Turismo

Cerco da Lapa: um episódio que durou 26 dias e marcou a vida da população

Museu Histórico: à esquerda, foto do ponto onde o General Carneiro foi atingido por um tiro; à direita, pintura que reproduz a…



Museu Histórico: à esquerda, foto do ponto onde o General Carneiro foi atingido por um tiro; à direita, pintura que reproduz a cena
No dia 17 de janeiro de 1894, um batalhão de 639 homens formado por forças republicanas (pica-paus), chefiado pelo General Antônio Ernesto Gomes Carneiro, enfrentou bravamente as forças revolucionárias formadas por cerca de 3 mil combatentes (maragatos), membros do Exército Libertador, comandados por Gumercindo Saraiva. Cerca de 500 pessoas morreram no Cerco, entre as quais o General Carneiro. O conflito que culminou nas ruas da Lapa teve início no Rio Grande do Sul e se alastrou pelos três estados do Sul, chegando até o Rio de Janeiro, com objetivo de depor o Marechal Floriano Peixoto. A ação implicou na queda de Tijucas e Paranaguá e na tomada de Curtiba. A Lapa, último obstáculo para as forças contrárias à República, resistiu por 26 dias até assinar a Ata de Capitulação (rendição).

PUBLICIDADE