PUBLICIDADE

Turismo

Cachoeiras, piscinas naturais e até balneário: veja o que fazer em um “bate-volta”

Localizada a 80 km de Curitiba, a cidade de Palmeira oferece diversas atrações naturais aos turistas, de cachoeiras a piscinas de água natural

Cachoeira João Pedro está localizada no balneário Pugas (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)Cachoeira João Pedro está localizada no balneário Pugas (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

O calor promete ficar em Curitiba pelo menos até o feriado da Proclamação da República, nesta quarta-feira (15). Para aproveitar esse veranico, ainda na Primavera, uma sugestão é levar a família para perto da natureza. Próximo ao município de Palmeira, a 80 km de Curitiba, há diversas atrações naturais com piscinas naturais, trilhas entre as Araucárias, cachoeiras de água gelada e até mesmo um balneário! Confira:

Recanto dos Papagaios

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Local oferece piscina natural e passeios entre às árvores para as famílias (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Localizado na divisa dos municípios de Balsa Nova e Palmeira, o Recanto dos Papagaios é uma área de 15 mil metros quadrados com piscinas naturais, churrasqueiras e trilhas entre as árvores para quem busca relaxar no feriado.

Aberto todos os dias, a partir das 6h e até às 18h, o local recebe mais turistas durante os fins de semana e feriados – por isso é importante chegar cedo, caso queira garantir uma churrasqueira para a família. O local tem entrada gratuita.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Ponte dos Papagaios é uma das atrações do local (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Se for aproveitar para dar um mergulho na piscina natural formada pelo rio dos Papagaios, lembre-se que é de água gelada! Se preferir, as crianças podem brincar no play-ground do local ou fazer um passeio com os pais pelas trilhas em meio às árvores.

O local oferece banheiro público e estacionamento.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Turistas podem usar as churrasqueiras de forma gratuita, mas devem chegar cedo para garantir a sua (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Outra atração é a Ponte dos Papagaios, construída em 1876 por imigrantes alemães para a visita de Dom Pedro II ao Paraná. A ponta é obra tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

A piscina de água natural merece atenção, pois é de água gelada e não tem salva-vidas no local (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Como chegar até lá? De Curitiba, pela BR 277, logo após o primeiro pedágio e o posto da Polícia Rodoviária, entre à direita, seguindo as placas sentido Palmeira e Irati.

Balneário Pugas

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

O local também é chamado pelo nome da cachoeira do lugar: cachoeira João Pedro (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

O balneário Pugas, ou cachoeira João Pedro, está tão próximo de Palmeira que a prefeitura sugere aos turistas que visitem o local a pé. A caminhada leva de 40 minutos a uma hora e, além da “praia”, o local oferece também trilhas, rios e piscinas naturais.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

O balneário Pugas está tão próximo da cidade de Palmeira que é possível ir até lá a pé (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

A diversidade das plantas e frutas silvestres pode ser provada pelos visitantes no verão e na primavera e, quem se interessa pela história geológica do Paraná, lá é possível ver as formações rochosas do estado.

A entrada é gratuita e o local é ideal para quem busca fazer trekking e camping.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

A formação rochosa dá indícios da história geológica do estado (Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Como chegar até lá? De carro, de Palmeira, volte à BR 277 em direção à Curitiba. De lá, siga as placas.

Gruta do Cercado

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Quem quiser conhecer algumas cavernas neste feriado, uma opção é buscá-las na gruta do Cercado, em Palmeira. As cavernas ficam a pouco mais de 800 metros depois de uma pequena igreja Evangélica ou a 30 minutos de caminhada pela mata fechada.

Como o local é de difícil acesso, e para evitar depredação dos visitantes, a orientação é que as cavernas sejam visitadas com o auxílio de um guia.

A visitação é livre e, para auxiliar a entrada, há um caseiro no local.

Como chegar até lá? A localidade de Cercado está a 35km de Palmeira e a pouco mais de 5km da Capela da Nossa Senhora das Pedras. O acesso, a partir da cidade de Palmeira, pode ser feito pela BR 277.

Mirante Natural do Cercado

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

Localizado a uma altitude de 1.060 metros acima do nível do mar, o mirante natural oferece uma vista única, além de ser um espaço muito buscado para prática de rapel e escalada – visto que tem quase 100 metros de altura.

Para chegar até lá, o turista deve passar pela propriedade de Edemilson Gonçalves, que é funcionário da Associação Menonita de Assistência Social, e atua como guia do local. Neste feriado do dia 15 de novembro, Edemilson estará na residência para receber os turistas, sem custo.

“O acesso é livre e a única exigência que fazemos é que conserve o local como encontraram, sem fazer fogo, nem deixar lixo. Embora tenha um grau de perigo no local, crianças podem ir, desde que acompanhadas de adultos”, reforça Edemilson, em entrevista por telefone ao Viver Bem. Quem preferir tirar dúvidas sobre o local, o contato do guia é (42) 9 9932-4753.

Como chegar até lá? De Curitiba pela BR 376, pegue a saída para a direita logo depois do posto Ravello. Siga a estrada e as placas até o local.

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE
array(6) { [0]=> string(5) "http:" [1]=> string(0) "" [2]=> string(23) "www.gazetadopovo.com.br" [3]=> string(9) "viver-bem" [4]=> string(7) "turismo" [5]=> string(61) "recanto-dos-papagaios-perto-de-curitiba-e-com-muitas-atracoes" }