Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em Dores do Rio Preto (MG), produtor de café premiado, Afonso Abreu de Lacerda e esposa Altilina Lacerda
Em Dores do Rio Preto (MG), produtor de café premiado, Afonso Abreu de Lacerda e esposa Altilina Lacerda| Foto: Rogério Machado

A união da cafeicultura com o turismo ecológico e o papel da liderança feminina no Espírito Santo e Minas Gerais. Estas e outras histórias reais que compõem o retrato da atual Agricultura Familiar no Brasil é o que a nossa equipe de jornalistas está trazendo do segundo roteiro da Expedição Agricultura Familiar 2019 – Agronegócio Gazeta do Povo.

De setembro a dezembro deste ano a Expedição percorre 12 estados do Brasil. No primeiro roteiro, visitou propriedades rurais no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. E desde o dia 23 de outubro, a equipe percorre estados das regiões sudeste – Espírito Santo e Minas Gerais, e Goiás, no Centro-Oeste.

Abrimos a rota 2 com os cafés especiais de Dores do Rio Preto (ES), passando por Afonso Cláudio (ES), onde conhecemos a iniciativa de mulheres rurais, que se organizaram em uma associação para a produção do café.

Passando a divisa, chegamos a Manhuaçu (MG), para conferir o café com “gosto mineiro”, e vimos que lá as mulheres também cumprem um importante papel de liderança para produzir com qualidade, assim como em Uberlândia (MG), onde o assunto é o leite e lácteos.

Os segredos dos queijos especiais mineiros a equipe vai trazer também, pois esteve em Araxá (MG) e Uberlândia, região forte nesta cadeia produtiva.

A Expedição passa agora por Goiás, onde levanta informações da pecuária leiteira em Luziânia.

Mas nem só de leite vivem os produtores familiares goianos. Eles investem também em fruticultura, entre outros produtos. Em Formosa, a Expedição conhece as técnicas e avanços desta produção. E encerramos a rota com a visita à capital Goiânia, de onde traremos dados técnicos e gerais do estado.

As informações detalhadas sobre o roteiro 2 da Expedição Agricultura Familiar 2019 você vai conferir aqui em www.agrifamiliar.com.br.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]