i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
DEMANDA AQUECIDA

Importação de açúcar pela China sobe 80% em setembro

    • Reuters
    • 21/10/2015 09:07
    Brasil ampliou embarques para a China em 2015. | Dirceu Portugal / Gazeta do Povo
    Brasil ampliou embarques para a China em 2015.| Foto: Dirceu Portugal / Gazeta do Povo

    As importações chinesas de açúcar em setembro subiram 80% sobre o mesmo mês do ano anterior, para 660 mil toneladas, mostraram dados da alfândega nesta quarta-feira (21), com as compras sendo incentivadas por preços mais interessantes no exterior. Mas comerciantes disseram que até metade do açúcar importado pode acabar em entrepostos aduaneiros, depois de muitos compradores não conseguirem autorização para retirar o produto.

    As compras do maior importador de açúcar do mundo subiram 55,2% nos primeiros nove meses do ano, para 3,73 milhões de toneladas. O Brasil, maior exportador global, embarcou 1,5 milhão de toneladas de açúcar para a China de janeiro a agosto, alta de 14% na comparação anual, segundo dados do governo brasileiro.

    Com os preços do açúcar chineses apoiados por políticas de preços governamentais e restrições a importações, os importadores têm consistentemente obtido mais de US$ 200 por tonelada em compras externas do adoçante em boa parte deste ano. Isso tem alimentado negócios antecipados, bem à frente da demanda real.

    A China introduziu no ano passado um sistema de registro exigindo que compradores de açúcar sem cota obtenham autorização, em uma tentativa de proteger sua indústria. Não há dados disponíveis sobre a quantidade de açúcar que entrou nas zonas francas até agora este ano, mas fontes comerciais acreditam que poderia haver até 800 mil toneladas.

    Cerca de metade das chegadas de setembro pode acabar nos entrepostos aduaneiros, à medida que Pequim tenta limitar as importações em 2015 a 3,8 milhões de toneladas.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

      Receba Nossas Notícias

      Receba nossas newsletters

      Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

      Receba nossas notícias no celular

      WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

      Comentários [ 0 ]

      O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.