Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O governo do Paraná direciona investimentos para tentar fomentar a pecuária de leite em pequenas propriedades do estado, em municípios de baixa arrecadação, mas com potencial para expandir no agronegócio. Por meio de convênios com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e recursos do próprio estado, uma série de equipamentos deve ser adquirido com o objetivo de modernizar a infraestrutura de produção do setor.

Os repasses beiram a casa de R$ 30 milhões e contemplam estrutura para a produção de lácteos e do manejo das pastagens. O objetivo é que sejam adquiridos 1,7 mil equipamentos, como resfriadores de leite e máquinas agrícolas, para garantir a entrega aos laticínios em condições adequadas. A temperatura ideal dos produtos é de 4°C, conforme determina a legislação. Outro foco é o manejo de silagem, fornecendo estrutura para irrigação de pastagens e armazenamento do excedente de forrageiras para o período do inverno.

Com produção na ordem de 4 milhões de litros, o Paraná detém a terceira maior bacia leiteira do país, atrás apenas de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Neste ano os preços pagos ao produtor têm oscilado na casa de R$ 1 por litro, conforme a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (Seab).

Valorização

R$ 1,01 por litro foi o preço médio pago aos produtores do Paraná no mês de maio, alta de 4% na comparação com abril, conforme levantamento da Seab.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]