i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Milho

Com demanda interna menor, China triplica estoques de milho

  • PorAgronegócio Gazeta do Povo (AgroGP)
  • 17/03/2014 18:38

Com demanda menor que o esperado, deve sobrar milho na China na temporada 2013/14. Segundo o Centro Nacional de Informação de Grãos e Oleaginosas (CNGOIC), o governo já tinha comprado 54,66 milhões de toneladas até 10 de março – volume que se soma às cerca de 30 milhões de toneladas estocadas durante o ciclo 2012/13 e que deve ser incorporado às reservas estatais.

Com produção excedente após os surtos de gripe aviária e a redução da demanda interna do cereal para a fabricação de ração, os agricultores teriam vendido uma quantidade maior que a esperada de milho para o governo. Nas contas do CNGOIC, o consumo da indústria de ração animal deve cair 4,5 milhões de toneladas em relação ao estimado no mês passado, para 119,5 milhões de toneladas no atual ano comercial, que termina em setembro. Ainda assim, deve ser 6,2% maior que o registrado no ano anterior. Já a demanda da indústria processadora, cujos produtos incluem amido, xarope e álcool, é projetada pelo órgão em 52 milhões de toneladas, estável em relação ano passado.

O CNGOIC manteve sua estimativa para as importações de milho do país em 5,5 milhões de toneladas para 2013/14, contra 2,8 milhões de toneladas no ano anterior, ressaltando que as importações são mais baratas do que o produto doméstico.

Reservas gordas

60 milhões de toneladas de milho devem ser acrescentadas às reservas estatais chinesas até o fim de abril. Volume se soma aos 30 milhões de toneladas que já estão em estoque.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.