|
| Foto:

O iPhone X estreou no Brasil e confirmou o que já era anunciado: nós temos o iPhone X mais caro do mundo! O aparelho, que comemora os dez anos do modelo, custa R$ 6.999 (64 GB) e R$ 7.799 (256 GB), ou US$ 2.126/ 2.370 na conversão direta, mais que o dobro do valor cobrado nos EUA, de US$ 999/ 1.149. 

É um dos smartphones mais caros já vendidos no mercado brasileiro. Os preços são tão surreais que é possível até comprar um carro dos anos de 1990 desembolsando o mesmo valor ou até menos. O site Quatro Rodas elaborou uma lista dez modelos bem legais para ter na garagem na mesma faixa de preço, segundo a tabela Fipe:

O preço do iPhone X no Brasil equivale ao de um carro usado dos anos de 1990.Divulgação

Volkswagen Gol

Versão: 1.8 GL. Ano: 1991

Preço Fipe: R$ 6.931

O Gol ‘quadrado’, como ficou conhecido, vinha equipado com motor 1.8 carburado, da festejada família AP-800 (o ‘AP’ significa alta performance), associado ao câmbio manul de cinco marchas. Rendia 99 cv e 16,5 kgfm de torque e faz o hatch ir de 0 a 100 km/h em 11,4 segundos (no etanol).

Seu baixo custo de manutenção e de reposição de peças faz deste propulsor um dos preferidos para que busca a preparação para obter mais potência. O modelo traz ainda freios do Gol GTS.

Chevrolet Chevette

Versão: 1.6 DL. Ano: 1991

Preço Fipe: R$ 6.652

Um dos carros mais cultuados do país conquista os admiradores que buscam uma direção mais divertida, propiciada pela tração traseira. O motor 1.6 carburado gerava 73 cv e 12,6 kgfm e seu desempenho no 0 a 100 km/h era semelhante ao dos atuais 1.0: 14,9 segundos.

A versão DL da segunda geração do Chevette foi uma das últimas do sedã pequeno, que se aposentou em 1993 após 20 anos de produção.

>>Não para! Conheça os SUVs que vão acelerar nas ruas do Brasil em breve

Renault Twingo 

Versão: 1.2. Ano: 1996
Preço Fipe: R$ 5.776

O subcompacto fez sucesso nas ruas brasileiras pelo visual descolado e simpático e pela sua vocação urbana, que o encaixava em qualquer vaga. O interior é um dos seus pontos altos, rico em detalhes coloridos. os bancos podem ser rebatidos ao melhor estilo ‘cama’ para ampliar o espaço.

O Twingo é movido pelo motor 1.2, de de 55 cv e 9,4 kgfm, que privilegia a economia de combustível. 

Chevrolet Astra 

Versão: 2.0 GLS. Ano: 1995
Preço Fipe: R$ 7.621

A primeira geração do Astra chegou ao Brasil 1995, vindo da Bélgica. Aliás, a importação durou apenas um ano, pois o governo elevou o IPI dos importados de 20% para 70% e fez a Chevrolet desistir de trazer o carro. 

Astra GLS é moderno e bem equipado, com a presença de direção hidráulica, cintos dianteiros com pré-tensionadores e ar-condicionado opcional, com refrigerção também para o porta-luvas.

>>Agora é lei: inspeção veicular será obrigatória em todo o país

O motor 2.0 8V, de 116 cv e 17,3 kgfm era fabricado no Brasil, por isso não será tão difícil encontrar peças de reposição, o que não dá para dizer o mesmo dos componentes de acabamento.

Ford Escort 

Versão: 2.0 XR3. Ano: 1994 
Preço Fipe: R$ 6.906

O Escort XR3 foi um dos esportivos mais desejados do país. Trazia bancos Recaro, teto solar e o arisco motor 2.0 AP-2000, com injeção eletrônica. Gerava 116 cv e 17,7 kgfm, capaz de levar o sedã a 100 km/h em 11,5 segundos.

Vinha também com alguns mimos pouco comuns para a época, como direção com regulagem em altura e profundidade e um belo quadro de instrumentos. O visual também era outro chamariz do carro.

Fiat Uno Mille 

Versão: 1.0 I.E. Ano: 1996 
Preço Fipe: R$ 7.300

O hatch inovou em 1996 a ganhar injeção eletrônica, fazendo do Mille o modelo mais barato com a nova tecnologia. Seu motor 1.0 gerava 58 cv e 8,2 kgfm. O baixo desempenho era compensado pela alta economia no consumo.  Um dos trunfos até hoje do Fiat é a manutenção mais em conta

Peugeot 306 

Versão: 1.8 XN. Ano: 1998 
Preço Fipe: R$ 6.851

É um modelo chamado de mosca branca, pois quase não é visto ou encontrado por aí. No entanto, quem tem ou já teve um garante ser um hatch divertido de guiar. O 306 conta com eixo traseiro direcional, que permite esterçar as rodas detrás numa curva, tornando a manobra mais precisa. 

O francês utilizava o motor 1.8 8V, de 104 cv 15,6 kgfm. A configuração XN era a mais básica. 

>>Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Chevrolet Corsa  

Versão: 1.0 Wind. Ano: 1994 
Preço Fipe: R$ 6.578

Se você já era motorista nos anos de 1990 certamente teve ou pensou em ter um Corsa. O modelo era o xodó do mercado e desejado por muitos consumidores. 

O sucesso foi tão imediato que o preço do carro inflacionou rapidamente com os ágios cobrados pelos concessionários. A Chevrolet teve de pedir calma a sua rede por meio de um comercial de tevê.

O simpático ‘Corsinha’ possuía um desenho arredondado que fugia das linhas retas vigentes à época, o que o fez ele ser bem aceito. Lançado em 1994, sua produção durou até o ano passado, sob a forma do sedã Classic.

Com a versão Wind 1.0, de 50 cv de 7,7 kgfm, o modelo tornou-se o primeiro popular a vir com injeção eletrônica de combustível. Também trazia volante espumado e bancos traseiros bipartidos. 

Fiat Tempra 

Versão: 2.0. Ano: 1995
Preço Fipe: R$ 6.432

O sedã compacto era um dos produtos mais interessantes da Fiat nos anos de 1990. Do nível de equipamentos ao motor, o modelo sobrava diante da concorrência. 

O conteúdo da versão topo de linha trazia banco do motorista com ajustes elétricos, assentos em couro, rodas de liga leve aro 14, computador de bordo, retrovisor interno fotocrômico e toca-fitas digital, além de disqueteira para 6 CDs e freios ABS como opcionais. 

O propulsor 2.0, de 127 cv e 18,4 kgfm, também contagiava os proprietários. O Tempra fazia de 0 a 100 km/h em 10,5 s e alcançoava máxima de 191,5 km/h., segundo testes feitos pela Revista Quatro Rodas.

Ford Ka

Versão: 1.3 CLX. Ano: 1997 
Preço Fipe: R$ 6.409

O desenho bem incomum e o tamanho compacto da primeira geração eram o que mais chamava a atenção no Ka. Sua proposta urbana não exigia um motor mais vibrante. 

De 1997 a 1999, ele vinha equipado com o econômicos Endura-E, que entrega bom torque, mas deixava a desejar no desempenho. Seus 60 cv cv e 10,4 kgfm o levava aos 100 km/h em demorados 18,5 segundos.

Também é possível encontrar a versão com motor 1.0 Zetec, de 65 cv, mais ágil e de preço similar.  

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]