i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
seu bolso

Abastecer em horários diferentes pode fazer você perder dinheiro; entenda

Pesquisa revela que quantidade de gasolina ou etanol que entra no tanque pode sofrer variação dependendo do momento do dia em que se abastece

  • PorDa Redação
  • 14/02/2018 17:59
 | Jonathan Campos/ 
Gazeta do Povo
| Foto: Jonathan Campos/ Gazeta do Povo

Se você é daqueles motoristas que levam na ponta do lápis os gastos com combustível, é bom acrescentar na conta mais um componente: a hora de abastecer. 

Sim, o momento do dia em que você resolve dar uma passadinha no posto pode influenciar na quantidade de combustível que entra efetivamente no tanque. 

É o que apurou uma pesquisa feita pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba. De acordo com o estudo, divulgado pelo site G1, abastecer nos horários mais quentes acarreta a perda de combustível devido à temperatura, seja com gasolina ou etanol.

>>De Sandero a Ferrari, confira os carros campeões de consumo no Brasil

Alunos e professores do curso de Engenharia Mecânica da UFCG recolheram amostras de gasolina e etanol entre 12h e 14h e depois das 19h.

No momento da coleta foram levadas em conta as temperaturas do ambiente e do combustível e realizada uma leitura da massa específica com um densímetro - instrumento que mede a densidade de líquidos.

>>Gasto alto de combustível? Cinco dicas para reduzir o consumo

A conclusão da pesquisa, que durou quase dois anos, é que nos horários mais quentes houve perda de quase 400 ml a cada 50 litros de gasolina ou de aproximadamente 250 ml a cada 50 litros de etanol.

Parece pouco,  mas se somada a quantidade de vezes que abastecemos o carro por ano, sem contar as viagens longas de férias e a passeio, daria uma boa economia no gasto com combustível se a escolha fosse por abastecer em horários menos quentes, como à noite ou logo pela manhã.

A explicação dada pelo doutor em engenharia mecânica Marcelo Grilo ao G1 é que quando o combustível está quente, o volume do líquido que passará pela bomba será sempre o mesmo, porém o peso diminui. 

>>Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil

Sendo assim, o ideal para o especialista é que a venda do combustível fosse feita por quilo e não por litro, como é o habitual. Grilo ressalta que ao comprar pelo peso não haveria essa variação na quantidade de combustível no tanque.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.