i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança

Agile e Clio são reprovados no crash-test do Latin NCAP

  • PorDa Redação
  • 27/07/2013 21:03
No Agile, os dummies passageiros registraram esforços elevados no teste de impacto | Fotos: Divulgação/ Latin NCAP
No Agile, os dummies passageiros registraram esforços elevados no teste de impacto| Foto: Fotos: Divulgação/ Latin NCAP
  • No Clio, forças sofridas pelas cabeças dos dummies foram inaceitavelmente altas

O Programa de Avaliação de Carros Novos da América Latina (Latin NCAP) divulgou a quarta fase de seu programa de segurança de carros zero quilômetro vendidos no México, Caribe, América Central e do Sul, incluindo o Brasil. Foram reprovados no teste de impacto, sem nenhuma estrela do total de cinco, o Nissan Tsuru, o Renault Clio Mio, o Suzuki Alto K10 e o Chevrolet Agile.

Deve-se ressaltar, no entanto, que os modelos testados do Agile e do Clio são versões do mercado argentino e têm, portanto, algumas diferenças em relação aos carros produzidos para o Brasil. O Agile que foi testado não possui duplo airbag, diferente dos que são vendidos no Brasil. E a versão Mio do Clio também não é oferecida no mercado nacional – apesar de que por aqui o Clio também não vem com as bolsas infláveis.

O carro da Chevrolet teve duas estrelas no teste de proteção a crianças, quesito no qual o Clio foi um pouco inferior, com apenas uma estrela. A dupla teve a pior avaliação entre todos os modelos testados pelo Latin NCAP desde sua fundação. Em comunicado divulgado à imprensa, o Latin NCAP afirma que as forças sofridas pelas cabeças dos dummies (bonecos de testes) sentados no Clio "foram inaceitavelmente altas". A proteção às crianças também apresentaram problemas, com "baixa compatibilidade para a cadeirinha infantil e um fraco desempenho nos testes dinâmicos".

No caso do Agile, "os dummies passageiros registraram esforços elevados no teste de impacto", por conta da "instável estrutura do habitáculo do carro, expondo a área dos pés do motorista a maiores riscos". O instituto finaliza dizendo que "as forças sobre a cabeça do motorista foram inaceitavelmente altas".

Neste ano, o Latin NCAP aumentou a exigência de seus procedimentos de teste. O sistema de pontos pune os veículos quando os dummies sofrem cargas que supõem uma lesão fatal no próprio teste.

Logo após a divulgação dos resultados dos testes, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) defendeu a qualidade dos automóveis fabricados no Brasil, classificando-os como "seguros". Em seu comunicado, a associação disse que "alguns dos modelos cujos testes foram divulgados não estavam equipados com airbag, mas o equipamento está disponível ao consumidor brasileiro – de série ou como opcional". Outro ponto defendido pela Anfavea é a obrigatoriedade de airbag duplo e freios ABS equipando todos os veículos fabricados no Brasil "a partir de 2014".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.