i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado

Aston Martin estreia com sucesso no país

Mesmo com preços entre R$ 670 mil e R$ 1,35 milhão, importadora já vendeu 15 unidades do modelo em agosto

  • PorDa Redação
  • 28/08/2010 21:04
O modelo mais barato é o Vantage, com preço inicial de R$ 600 mil | Divulgação/Aston Martin
O modelo mais barato é o Vantage, com preço inicial de R$ 600 mil| Foto: Divulgação/Aston Martin

A Aston Mar­­tin, marca inglesa de carros esportivos e de luxo, fez um pré-lançamento no mercado na­­cional bastante animador: anunciou 15 uni­­dades de modelos já vendidas no mês de agosto, o que credencia a representação brasileira como a que mais vai comercializar exemplares da montadora no mundo. Pelo menos em agos­­to, já que as 125 revendas es­­palhadas pelo planeta têm uma média de 3 unidades vendidas/mês.

A primeira e única revenda da marca do país ainda não foi inaugurada oficialmente em São Paulo, mas já começou a operar em sistema soft open e a receber as encomendas. No Brasil, o mo­­delo mais barato, o Vantage, tem preço inicial de R$ 600 mil. O cupê tem mo­­tor 4.7 V8 de 426 cv.

Já o Van­­tage V8 Roadster custa a partir de R$ 670 mil, enquanto a linha DB9, com propulsor 6.0 V12 de 477 cv, sai por R$ 900 mil na con­­figuração cupê e R$ 970 mil na variante Volante (conversível).

Há ainda o Rapide, com a mes­­ma unidade de força 6.0 V12 de 477 cv e por R$ 900 mil. O mais en­­diabrado e luxuoso é o DBS. O modelo usa também um 6.0 V12, só que com 517 cv. O ze­­ro a 100 km/h é cumprido em 4,3 s e a máxima é de 307 km/h. O DBS Cou­­pé custa R$ 1,25 milhão, en­­quanto a versão Volante parte de R$ 1,35 milhão.

Todos os carros podem ser per­­sonalizados. A importadora está trazendo para o estoque apenas variações de prata e preto, mas há um vasto leque de cores ex­­ternas e internas. O problema é a demora de 4 a 6 meses de es­­pera pela combinação desejada.

O Grupo SHC, importadora da marca e pertencente a Sérgio Habib, ex-presidente da Citroën do Brasil, estima vender de 30 a 40 unidades até o fim deste ano. Para 2011, a expectativa são de 60 a 70 unidades. Ou seja, pelos cálculos da própria empresa, a meta é abocanhar 25% do mercado de modelos de luxo acima dos R$ 600 mil, que vendeu por aqui no ano passado cerca de 300 unidades.

A Aston Martin é conhecida pelos carros fabricados a mão. A carroceria é colada com cola ae­­ro­­náutica. Os bancos são costurados por mulheres dentro da própria fábrica. Para se ter ideia do nível dos detalhes, a chave é feita com cristal Bacarat. A ga­­rantia é total de 3 anos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.