Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | /
| Foto: /

O segmento mais movimentado do ano, o de SUVs compactos, entra o mês de outubro com reajustes nos preços de seus principais representantes. Dos quatro modelos mais vendidos, Honda HR-V, Jeep Renegade e Renault Duster tiveram a tabela mexida para cima e apenas Ford EcoSport reduziu seus valores.

O motivo para os reajustes estaria atrelado a elevações de preços das matérias-primas, energia, combustível, água e variação cambial. Segundo informou a Honda em nota ao site G1, “nos últimos meses, a indústria automotiva tem sofrido com fortes impactos de aumento de custos em toda a sua cadeia, reflexo da inflação, que ultrapassou 9,5% neste ano”.

O HR-V assumiu o posto de o utilitário compacto mais vendido no país em 2015, com 33.183 unidades emplacadas até setembro, seguido de 26.357 do EcoSport, 25.672 do Duster e 20.513 do Renegade.

Ford EcoSport

Disposta a atrair os clientes perdidos após a chegada da forte concorrência, a Ford decidiu baixar os preços do seu utilitário compacto. Na linha 2016, o EcoSport ganhou a combinação de motor 1.6 com câmbio automatizado PowerShift. O motor 2.0, por sua vez, passou a usar a caixa automatizada apenas na versão Titanium. Com as novidades, os preços de quatro versões ficaram até R$ 1,8 mil mais em conta.

Preço de tabela

Versão Novo Antigo
1.6 SE R$ 65,9 mil R$ 67,7 mil
1.6 SE automática R$ 71,9 mil não existia
1.6 FreeStyle R$ 71,9 mil R$ 72,9 mil
1.6 FreeStyle automática R$ 76,9 mil não existia
1.6 FreeStyle Plus automática R$ 80.300 não existia
2.0 FreeStyle 4WD R$ 82,5 mil R$ 83,8 mil
2.0 Titanium automática R$ 85,9 mil R$ 87,4 mil

Jeep Renegade

A escalada nas vendas posicionou o Renegade na 11.ª posição do ranking dos carros mais vendidos no país em setembro. Apesar do sucesso, a marca optou por elevar o preço das duas versões mais caras do catálogo, Longitude e Trailhawk. Ambas com motor turbodiesel subiram R$ 5 mil, o maior aumento entre os modelos listados. As outras cinco configurações não tiveram alteração no preço.

Preço de tabela

Versão Novo Antigo
1.8 flex R$ 68,9 mil sem mudanças
1.8 Sport flex R$ 71, 9 mil sem mudanças
1.8 Sport flex automática R$ 76,9 mil sem mudanças
1.8 Longitude flex R$ 82,9 mil sem mudanças
2.0 Sport turbodiesel R$ 99,9 mil sem mudanças
2.0 Longitude turbodiesel R$ 114,9 mil R$ 109,9 mil
2.0 Trailhawk turbodiesel R$ 124,9 mil R$ 119,9 mil

Honda HR-V

O líder da categoria sofre o segundo reajuste desde que chegou ao mercado, em março deste ano – o primeiro havia sido em julho. Quando estreou, o SUV partia de R$ 69,9 mil, na versão manual de entrada. Agora, o modelo não sai por menos de R$ 73,7 mil, um acréscimo de R$ 3,8 mil. A versão LX, com câmbio CVT, registrou um salto mais acentuado: de R$ 75,4 mil para R$ 79,7 mil, diferença de R$ 4,3 mil. Já a topo de linha bate os R$ 92,9 mil, ante os R$ 88,7 pedidos quando a venda foi iniciada.

Preço de tabela

Versão Novo Antigo
1.8 LX R$ 73,7 mil R$ 71,9 mil
1.8 EX R$ 79,9 mil R$ 77,4 mil
1.8 EX CVT R$ 84,7 mil R$ 82,4 mil
1.8 ELX CVT R$ 92,9 mil R$ 90,7 mil

Renault Duster

Curiosamente, com o reposicionamento dos preços o SUV passou a ser mais caro que a irmã picape Oroch, apresentada oficialmente na semana passada. A mudança na tabela mexeu nos valores de todas as versões. O maior aumento foi de R$ 3,7 mil, observado na configuração Dynamique 2.0.

Preço de tabela

Versão Novo Antigo
1.6 Expression R$ 62,5 mil R$ 61,2 mil
1.6 Dynamique R$ 69 mil R$ 68 mil
2.0 Dynamique R$ 78 mil R$ 74,3 mil
2.0 Dynamique automático R$ 79 mil R$ 76,4 mil
2.0 Dynamique 4x4 R$ 81 mil R$ 78,9 mil
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]