Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Exposição

Encontro reúne carrões e carrinhos no Parque Barigui

Cerca de 10 mil miniaturas prometem dividir a atenção com as belas máquinas em tamanho real no encontro de hot rod, em Curitiba

  • Renyere Trovão
O DeLorean (esq.) e o Shelby GT500 são os preferidos  Roniel Iunckovski, colecionador curitibano que está há cinco anos no mundo das miniaturas. Ele tem cerca de 1,5 mil unidades |
O DeLorean (esq.) e o Shelby GT500 são os preferidos Roniel Iunckovski, colecionador curitibano que está há cinco anos no mundo das miniaturas. Ele tem cerca de 1,5 mil unidades
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O 3.º Encontro Brasil Curitiba Roadsters de Hot Rod, que ocorre nos dias 13 e 14 de novembro, no Parque Barigui, não é um evento voltado exclusivamente para se apreciar veículos customizados ou muscle cars. Os amantes dos carrinhos em miniaturas também poderão se divertir com a exposição de mais de 10 mil peças nos três estandes destinados a colecionadores curitibanos.Quem visitar o Pavilhão de Ex­­posições do Parque Barigui encontrará desde os tradicionais modelos da Hot Wheels e da Match­­box a séries especiais só vendidas no Japão e Estados Unidos, que chegam a custar R$ 1,2 mil no mercado de carros em escala 1:64 (64 ve­­­­zes menor que o tamanho real de um automóvel).

Uma réplica reduzida do Chevy Panel 1955 está entre essas preciosidades. O modelo pertence ao co­­lecionador André Luís Mar­tins, 26 anos. A peça veio dos Es­­tados Uni­dos e integra uma linha desenvolvida pelo designer japonês Troy Lee, ícone no mundo das miniaturas. Custa cerca de R$ 350 e compõe a lista de exemplares diferenciados que o expositor le­­vará para o Barigui, como a linha de Ford Fur­gão customizada no me­­lhor estilo hot.

Já o Mustang Shelby GT500 é destaque na coleção de Roniel Iunckovski, 24 anos, um dos responsáveis pela exposição no Ba­­rigui. Essa versão do esportivo nor­­te-americano ficou famosa nas telas de cinema como Eleonor no filme 60 Segundos. O modelo re­­duzido é feito somente no Japão pela Bandai e é licenciado pela Shel­­by Collection, empresa de Car­­roll Shelby, criador dos Mus­­tangs Cobra e Shelby. Outra joia de Ro­­niel é o DeLoren DMC 12, que ficou mais conhecido por viajar no tempo no filme De Volta para o Futuro.

Os colecionadores que participarão da exposição no Barigui, na verdade, formam um grupo de amigos que se reúnem no segundo e no último fins de semana de cada mês no Shopping Omar, em Curi­tiba, para curtir o hobby. “O en­­contro (Brasil Curitiba Roadsters de Hot Rod) vai servir para divulgar a nossa paixão e conquistar mais afi­­cionados”, ressalta Roniel.

Para ele, o amor pelas miniaturas é uma herança de infância e, agora, na fase adulta, fica mais fá­­cil de cultivar. “Antes a grana era curta, agora tem um pouquinho mais. Não precisamos mais pedir para os nossos pais. Temos apenas que nos controlar, senão só pensamos nisso”, brincou.

Durante o evento, além de expor, o grupo estará vendendo e realizando trocas. Segundo Roniel, o hobby exige muito investimento, por isso a troca é um ótimo mé­­todo de aumentar a coleção. “Mui­tas miniaturas são importadas e já estão esgotadas. O escambo nos ajuda muito”, finaliza.

Escolha do “carro mais hot” encerra neste domingo

O concurso para eleger o “carro mais hot” do 3º Encontro Brasil Curitiba Roadsters de Hot Rod termina neste domingo à meia-noite. Para votar, basta acessar o hot site e escolher o seu modelo (s) preferido (s). Você pode votar quantas vezes quiser.

A eleição foi elaborada pelo caderno Automóveis, Motos & Cia, da Gazeta do Povo, em parceria com a P1 MKT/COM, organizadora do evento. Participam os carros que seguem a cultura hot rod, inscritos até o dia 20 de outubro para a ex­­po­­sição no Barigui. O veículo mais clicado será destaque na edição do dia 14 de novembro do caderno Automóveis.

O universo hot possui diferentes classificações, de acordo com a aparência, mecânica e acessórios. Vão desde Clássico ou Purista, que conserva o visual e o motor de época, recebendo apenas melhorias mecânicas, ao Hi-Tech, que, partindo da carroceria original ou réplica, ganha diversas modificações visuais e acessórios e mecânica modernos. Há ainda o grupo do Rat Hod, formado por modelos com carrocerias velhas e desgastadas.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Automóveis

PUBLICIDADE