Foto: O Escape chega à sexta geração nos EUA e pode vir importado para o Brasil a partir de 2020. Ford/ Divulgação
Foto: O Escape chega à sexta geração nos EUA e pode vir importado para o Brasil a partir de 2020. Ford/ Divulgação| Foto:

Enquanto mantém a indefinição se trará o 'chinês' Territory para o Brasil, a Ford planeja uma opção para encarar o Jeep Compass e o futuro Volkswagen Tarek entre os utilitários médio-compactos.

A montadora fez o lançamento mundial da nova geração do Escape, simultaneamente nos Estados Unidos e na Europa, onde é chamado de Kuga.

O modelo que é maior que o EcoSport e um pouco menor que o Edge, está muito próximo de desembarcar no mercado brasileiro.

Inicialmente com produção no México ou mesmo nos EUA, vindo importado, possivelmente, já em 2020.

Numa segunda fase seria feito na Argentina, ocupando a linha de montagem do Focus que será desativada em maio.

Foto: Ford/ Divulgação
Foto: Ford/ Divulgação

O Escape seria um dos três novos SUVs que a Ford lançará por aqui até 2021. Ela chega à sexta geração mantendo a inspiração no irmão maior Explorer e com linhas que se aproximam das atuais gerações de Focus e Fiesta, que não vieram ao mercado brasileiro (e nem vão chegar).

A novidade estará disponível nos EUA com três tipos de motorizações: 1.5 EcoBoost, de 183 cv e 24,4 kgfm de torque, 2.0 EcoBoost, de 253 cv e 37,9 kgfm, e 2.5 híbrido elétrico, de 200 cv.

As duas primeiras associadas ao câmbio automático de oito marchas, enquanto a outra gerenciada por uma nova transmissão batizada de e-CVT. E no lugar da alavanca de câmbio, um botão giratório para os ajustes das marchas.

>> VW T-Cross mostra que SUV compacto pode usar motor 1.0 turbo

Foto: Ford/ Divulgação
Foto: Ford/ Divulgação

Visualmente, o Escape chama a atenção pelos faróis esguios e numa posição elevada que invade a lateral e a grade hexagonal mais baixa. Atrás, as lanternas mesclam iluminação com contorno estilo 'bumerangue' e lente branca.

Por dentro, as versões mais caras trazem o quadro de instrumentos todo digital, com tela de 12,3 polegadas, além de uma tela fixada na parte superior do painel para o sistema multimídia e ar-condicionado de duas zonas.

Há ainda três modos de condução: Sport, Normal e Eco, teto solar, freio de estacionamento eletrônico, abertura do porta-malas sem as mãos e tração 4x4.

>> Erros que você comete ao volante e talvez nem saiba

No pacote de tecnologia de segurança, o Escape topo de linha vem com piloto automático adaptativo, que freia e acelera o carro automaticamente conforme o ritmo do trânsito à frente; alerta de mudança involuntária de faixa com correção; frenagem automática de emergência; head-up display; detectores de pontos cegos e tráfego traseiro; e estacionamento autônomo.

>> Chevrolet Captiva renasce e pode voltar ao Brasil

O SUV também vem com o sistema de assistência a manobras evasivas, que atua como um 'anjo da guarda' do motorista para desviar de um obstáculo, aumentando a força aplicada ao volante. O pacote tecnológico inclui 17 sensores, duas câmeras e um radar.

SIGA O AUTO DA GAZETA NO INSTAGRAM

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]